mulher

Leda diz que quadro de Covid foi mais leve graças a remédio e Duda desmente: “Foi por um triz”

Assim como o filho, Duda Nagle, e a nora, Sabrina Sato, a jornalista Leda Nagle testou positivo para a COVID-19 recentemente e, em decorrência da doença, precisou ser internada. Agora, fora do hospital e fora de perigo, ela tem falado sobre a experiência para o público – e, ao descrever o quadro que viveu como “leve” graças ao uso de um remédio cuja eficácia contra o vírus não é comprovada, foi corrigida pelo filho, que deu um relato mais tenso sobre o que a mãe realmente passou sem se dar conta.

Duda Nagle detalha luta da mãe contra COVID-19

Conforme contou Leda em uma live veiculada em seu canal no YouTube, a internação veio no terceiro dia após o início dos sintomas da COVID-19 e, em paralelo com a infecção, ela teve também uma pneumonia bacteriana. No hospital, a jornalista – que vinha apostando em “tratamentos preventivos” sem comprovação científica – tomou inúmeros remédios e teve de fazer uso de oxigênio, mas, agora, descreveu os sintomas como tendo sido pouco graves, algo que Duda desmentiu.

leda nagle duda nagle 3 1220 1400x800
Reprodução/Leda Nagle

“[Tomei] vitamina D em dose cavalar direto, zinco, [o vermífugo] ivermectina de 15 em 15 dias... Agora, é o seguinte, os médicos admitem – porque falei com vários – que a ivermectina de 15 em 15 dias pode ter ajudado os meus sintomas a não serem tão fortes, tão violentos”, disse ela no vídeo, referindo-se a um medicamento usado no combate de vermes e parasitas cuja eficácia contra o novo coronavírus não tem comprovação.

Duda, então, decidiu explicar melhor a questão da gravidade apontada pela mãe, afirmando que ela não teve conhecimento total do quadro.

“Só esclarecendo uma coisa: o seu [caso], você está falando que foi médio, mas foi médio para uma unidade semi-intensiva de hospital, não médio comparado à população que pega [a COVID-19]. Comparado à população que pega, você foi grave. Eu fui médio”, descreveu o ator, que disse ter vivenciado febre e muito cansaço ao longo dos dias em que esteve infectado pelo novo coronavírus.

leda nagle duda nagle 2 1220 1400x800
Reprodução/Leda Nagle

Em seguida, Leda afirmou que a internação em uma unidade de terapia semi-intensiva teria sido um cuidado “extra”, e Duda discordou. “Não, você ‘bateu na trave’, você não sabe! Você estava dormindo e perdeu a noção do tempo, da realidade. Você perde a noção quando está no hospital, dormindo e acordando, tomando um monte de remédio, um monte de aparelho... Foi por um triz que você não foi para a intensiva”, disse o ator.

Segundo ele, a conversa sobre transferi-la para a unidade de terapia intensiva aconteceu algumas vezes entre ele e os médicos, longe de Leda. “A máquina já estava no 55%, a partir dos 60% você ia ser dopada para ficar desacordada. Foi no limite, no limite. Quase na trave. Ali, podia escalar um monte de problema pior ainda, se chegasse a 60%”, disse ele à mãe, que ficou impressionada com a informação.

leda nagle duda nagle 1220 1400x800
Reprodução/Leda Nagle

Hoje, em casa, Leda segue usando um cilindro de oxigênio para auxiliá-la na respiração, bem como medindo a oxigenação do sangue e realizando exercícios de fisioterapia respiratória visando a recuperação completa do pulmão, ainda fragilizado.

Assista ao vídeo na íntegra:

COVID-19: prevenção, informações importantes e mais