Coronavírus: mapa mostra avanço do vírus em tempo real pelo mundo

mulheres chinesas coronavirus 0120 1400x800
Stringer / Correspondente

Um mapa online desenvolvido pela Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos, mostra o avanço do coronavírus pelo mundo em tempo real e permite que as populações se mantenham atualizadas sobre os números de casos e países atingidos pela doença.

Mapa mostra avanço do coronavírus em tempo real

coronavirus mapa tempo real 0120 1400x800
Reprodução/UniversidadeJohnsHopkins

Controlado pelo Centro de Ciência e Engenharia de Sistemas (CSSE) da Universidade, o painel de monitoramento do 2019-nCoV (acesse aqui) atualiza as informações com base nos dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) da China e dos Estados Unidos, Comissão Nacional de Saúde da China (NHC) e da rede social da comunidade médica chinesa Dingxiangyuan.

No mapa, é possível saber o número de casos confirmados ao todo e por país, mortes, pacientes curados e países atingidos pela nova cepa do coronavírus descoberta em dezembro de 2019 e que vem alarmando o mundo.

A ideia, segundo a professora Lauren Gardner, uma das responsáveis pelo projeto, é dar à população a real compreensão sobre o atual estado da contaminação do novo coronavírus em escala mundial com total transparência.

coronavirus imagem 0120 1400x800
Getty Images / Handout

Transmissão do coronavírus: cuidados

Em 31 de dezembro de 2019, a OMS tomou conhecimento de um surto de pneumonia de causa desconhecida que estava atingindo moradores da cidade de Wuhan, na China. Logo, foi identificado que o causador da doença se tratava de uma nova cepa do coronavírus - família de vírus responsável por doenças como as síndromes respiratórias agudas graves SARS e MERS -, nomeada 2019-nCoV.

A Comissão Nacional de Saúde da China (NHC) já confirmou que o vírus pode ser transmitido de humano para humano. Porém, suspeita-se que a origem da doença tenha acontecido após infecção de animal para humano, em um mercado de frutos do mar em Wuhan, que foi fechado.

chineses doenca respiratoria coronavirus 0120 1400x800
Kevin Frayer / Correspondente/gettyimages

A OMS indica as seguintes medidas para reduzir o risco de exposição e transmissão do vírus:

  • higienizar as mãos com álcool, sabão e água;
  • ao tossir ou assoar o nariz, cobrir o rosto ou lenço - e fazer uma higienização imediatamente, assim como jogar o material fora;
  • evitar contato com pessoas com doenças respiratórias;
  • se tiver febre, tosse ou dificuldade de respirar, procure um médico e divida com ele o histórico de viagem;
  • ao visitar mercado com animais vivos e histórico da doença, evite contato com animais;
  • evitar contato com animais de fazenda ou criação;
  • evitar o consumo de alimentos crus ou mal cozidos.

Coronavírus: o que saber