Vacina contra HIV começará a ser testada no Brasil: veja detalhes

vacina aids hiv 0719 1400x800
rigsbyphoto/shutterstock

O Brasil está entre os oito países da América e Europa que, já a partir deste ano, começarão a testar uma vacina contra o HIV. Os detalhes do experimento foram apresentados recentemente na 10ª Conferência da Sociedade Internacional da Aids sobre a Ciência do HIV (IAS 2019).

virus hiv celulas 1218 1400x800
Spectral-Design/Shutterstock

Em coletiva de imprensa, a cientista holandesa Hanneke Schuitemaker, que faz parte do Projeto Mosaico, afirmou que os testes com a vacina devem começar no final deste ano e vão envolver 3.800 voluntários no Brasil, Estados Unidos, Argentina, México, Peru, Itália, Polônia e Espanha. Segundo a pesquisadora, o objetivo é consolidar todos os dados dentro de dois anos.

Como vai funcionar o teste da vacina contra HIV

hiv 0418 1400x800
Jarun Ontakrai/Shutterstock

De acordo com informações da Agência de Notícias da Aids, o estudo trabalha com um conceito de vacinas desenvolvidas a partir de um mosaico de antígenos, que comprime subtipos do HIV para induzir respostas imunológicas contra a maior parte das variações do vírus.

agulha vacina imunizacao 0319 1400x800
Numstocker/Shutterstock

Os indivíduos elegíveis para os testes devem ter comportamento considerado de risco para o HIV, atendendo a um dos seguintes critérios nos últimos seis meses:

  • Tiveram sexo anal ou vaginal receptivo sem preservativo fora de uma relação monogâmica estável
  • Ter relacionamento sorodiferente (quando um dos parceiros possui HIV)
  • Já ter sido diagnosticado com gonorreia, sífilis, ou clamídia retal ou uretral
  • Pessoas que fazem uso de drogas e estimulantes como cocaína ou anfetamina
  • Pessoas que tiveram cinco ou mais parceiros sexuais no período
aids hiv informacao 1018 1400x800
Alexxndr/shutterstock

Além das quatro doses da vacina, os participantes da pesquisa receberão um pacote de prevenção contra o HIV, que inclui medicamentos de Profilaxia pré-exposição (PrEP). Os testes serão realizados com a população considerada de risco que, na Europa e nas Américas, inclui homens que fazem sexo com homens e mulheres trans.

HIV: transmissão, prevenção e tratamentos