Óleo de algodão pode ser nova arma contra o colesterol: o que é e como age

oleo de algodao 1118 1400x800
Tolikoff Photography/shutterstock

Diminuir o consumo de alimentos embutidos e ricos em gordura saturada e incluir na dieta opções ricas em fibras são orientações comuns para quem deseja baixar o colesterol ruim.

E se você sofre do problema, pode ainda apostar em um outro tipo de produto que pode ser uma nova arma contra o colesterol: o óleo de semente de algodão.

Como o óleo de algodão reduz o colesterol ruim

colesterol gordura arterias 1218 1400x800
Victor Josan/shutterstock

De acordo com um estudo conduzido pela University of Georgia, na Grécia, uma dieta rica em gorduras boas aliada ao consumo de óleo de semente de algodão pode combater os níveis de colesterol ruim.

Para chegar à conclusão, os pesquisadores orientaram 15 homens entre 18 e 45 anos, dentro da faixa de peso considerada saudável, a consumir dois tipos de dietas ricas em gordura, sendo que uma dela contava com azeite e, a outra, com o óleo de algodão.

oleo azeite panela 1118 1400x800
cliplab.pro/shutterstock

A comparação dos efeitos das duas dietas mostrou que os participantes que consumiram óleo de algodão apresentaram taxas até 15% mais baixas de colesterol ruim e triglicérides.

Além disso, entre eles, o colesterol considerado bom foi elevado em cerca de 8%. Os voluntários que fizeram o regime com azeite, no entanto, não tiveram alterações significativas nos níveis de colesterol.

oleo algodao colesterol 1118 1400x800
Tolikoff Photography/shutterstock

De acordo com os cientistas, o fenômeno ocorreu porque o óleo de algodão possui uma espécie de ácido graxo que não está presente no azeite de oliva e que, portanto, seria o responsável por impedir o acúmulo de triglicérides.

Isso faz com que o corpo queime mais gordura, uma vez que não pode armazenar adequadamente o ácido graxo, resultando assim em menor acúmulo de lipídios e colesterol.

Esse mecanismo, segundo os pesquisadores, parece ser a chave para os efeitos benéficos nos perfis lipídicos.

colesterol alto arterias 1218 1400x800
hywards/shutterstock

A equipe de estudiosos agora afirma que deve realizar mais análises sobre o assunto, pesquisando os efeitos em participantes mais velhos e que já possuem níveis elevados de colesterol.

Como baixar o colesterol alto