explore

Incubação artificial permite sobrevivência de 3 filhotes de arara-azul: "sopro de esperança!"

casa arara azul zooparque itatiba 11 20 1400 1500
Divulgação/Zooparque Itatiba/Rodrigo Agnelli

Três filhotes de arara-azul nasceram no Zooparque de Itatiba, interior de São Paulo, no final do mês de outubro. As aves, que estão em ameaçada de extinção, vieram ao mundo através de incubação artificial.

Filhotes de arara-azul

O Zooparque Itatiba possui dois casais de arara-azul, o casal formado pelos pais dos filhotes está junto há cerca de três anos e essa é a primeira vez que a espécie se reproduz no local.

Segundo informações do Instituto, a espécie é de difícil reprodução. Por conta da dependência do filhote no primeiro ano de idade, a ave só põe ovos a cada dois anos. Além disso, uma arara-azul, geralmente, tem uma ninhada de três filhotes, mas apenas um sobrevive.

filhote arara azul 11 20 1400 1500
Divulgação/Zooparque Itatiba/Rodrigo Agnelli

Por esses motivos e por se tratar de uma espécie em extinção, o Zooparque decidiu fazer uma incubação artificial, para que todos os filhotes sobrevivessem e o procedimento deu certo.

"É importante frisar que a retirada dos ovos do ninho para realizar os cuidados artificiais, tais como incubação e alimentação manual, foi uma estratégia técnica visando aumentar a taxa de sucesso, sendo que com os cuidados artificiais a taxa de sucesso é de 90%, enquanto que nos cuidados naturais, nas quais os cuidados são restritos aos pais, é de somente 20% a 30%", informou Robert Kooij, diretor do Zooparque Itatiba.

O instituto ainda não conseguiu distinguir o sexo dos três filhotes, mas comemoraram o sucesso da incubação artificial: "O nascimento desses três filhotes é um sopro de esperança!".

Animais em extinção