Macarrão sem carboidrato ajudou Fersoza a reeducar alimentação após gestações

Mãe de dois filhos - que nasceram com um intervalo de cerca de um ano entre si -, Thais Fersoza leva uma rotina saudável que contribui para que ela tenha, mesmo após as gestações, um corpo sequinho e esguio. Em um papo com Kelly Key, ela revelou o que mudou em sua alimentação nesse período, e uma dessas estratégias é um “macarrão milagroso” queridinho pelas famosas.

Corpo de Tata Fersoza: 5 apostas

No canal da cantora, Thais contou que, antes de se tornar mãe, ela já prezava por uma alimentação saudável, mas que fazia apenas o “básico” nesse sentido. Após dar à luz Melinda e Teodoro, porém, ela passou a buscar conhecimento junto de especialistas e fez algumas mudanças em seus hábitos alimentares que conserva até hoje.

Macarrão konjac

Conforme entendeu os grupos alimentares, Thais passou a substituir alimentos que, em uma dieta saudável, não devem aparecer em excesso, optando pelos que ajudam a manter a forma ao mesmo tempo em que a satisfazem. Além de preferir carboidratos integrais (que geram mais saciedade), ela também aposta no Konjac, tipo de “massa” conhecida como “miojo milagroso” por muitos.

Queridinho de outras famosas - como Marina Ruy Barbosa e a própria Kelly Key, que, no vídeo, admitiu amar -, o Konjac tem como base a planta de mesmo nome, e é um alimento que tem origem no Japão e na Indonésia. Em comparação com o macarrão tradicional, ele é mais gelatinoso, e não tem sabor, mas seu baixo valor calórico chama atenção.

konjac macarrao japones 0218 1400x800
norikko/shutterstock

Isso porque, enquanto uma porção de 200 gramas de espaguete comum tem, em média, 700 calorias, a mesma quantidade de Konjac possui apenas 18 - algo que vem da composição do alimento, que consiste, basicamente, em água e fibras. Além disso, essa opção também não tem amido, açúcar nem glúten, promovendo saciedade sem engordar.

Ainda que não pareça muito convidativo, Thais afirma que o segredo do Konjac está na forma de preparar e, de fato, a falta de sabor dessa massa contribui para que ela pegue bem o gosto dos temperos e outros ingredientes adicionados. Segundo a nutricionista Patricia Davidson Haiat, por exemplo, uma opção gostosa e saudável é prepará-lo com legumes, proteína e gorduras boas.

macarrao japones konjac 0218 1400x800
jreika/shutterstock

Zero açúcar

Algo que deixou de fazer parte do dia a dia de Thais é o açúcar, que ela cortou e, hoje, afirma ter perdido aquela vontade repentina de comer um docinho todos os dias. Quando tem vontade de comer chocolate, por exemplo, ela opta pelas opções zero açúcar - e isso é positivo porque, mesmo em suas versões não refinadas, o açúcar em grandes quantidades é um verdadeiro vilão.

Além de ser bem calórico, o açúcar não traz consigo nutrientes proveitosos para o corpo e, normalmente, alimentos que incluem este ingrediente na receita requerem uma grande quantidade dele. Isso faz com que ele promova um ganho de peso rápido quando consumido em excesso, fora os efeitos negativos que traz para a pele.

Para quem também quer cortar o açúcar, mas tem dificuldade, algumas dicas consistem em incluir mais frutas na alimentação (que também devem ser consumidas com moderação), apostar em um café da manhã reforçado e rico em proteína para que os níveis de açúcar no sangue fiquem equilibrados e dar esse passo de forma gradual para evitar um choque “traumático”.

doces caixa donuts 12181400x800
Africa Studio/Shutterstock

Seis refeições balanceadas por dia

Thais contou que, hoje, seu dia é marcado por seis refeições - e comer com mais frequência ao longo do dia é uma forma inteligente de manter o corpo sempre saciado, evitando assim a vontade de “atacar” um pratão na hora de se alimentar. Questionada por Kelly sobre o que costuma comer, ela revelou um cardápio básico:

  • Café da manhã: crepioca recheada com queijo tipo cottage;
  • Lanche pós-treino: iogurte proteico;
  • Almoço: salada, legumes e alguma proteína magra (frango ou peixe). Ocasionalmente, ela inclui carboidratos, sempre optando pelos complexos (arroz ou macarrão integral);
  • Lanche da tarde: omelete ou ovo mexido, ocasionalmente acompanhado de uma torrada integral;
  • Lanche intermediário: frango desfiado preparado com molho de tomate e batido com creme de ricota (consumido morno em uma fatia de pão integral);
  • Jantar: alguma proteína magra acompanhada de salada.
dieta saudavel alimentos 0519 1400x800
margouillat photo/Shutterstock

Sem carne vermelha

Outra “tática” de Thais é algo que, na realidade, começou de maneira natural. Segundo ela, em sua segunda gestação, ela passou a se sentir indisposta e desconfortável toda vez que comia carne vermelha, então a deixou de lado por opção. Após dar à luz Teodoro, ela percebeu que seguia se sentindo melhor quando preferia outros tipos de proteína, e segue sem consumi-la.

Ainda que ela não faça isso pensando em manter o peso, porém, esta é, de fato, uma boa estratégia para quem quer desinchar. Isso porque, segundo a carne vermelha pode ter mais gordura que a branca - especialmente quando se fala em embutidos (salsicha, salame, presunto, entre outros).

Para emagrecer, portanto, é mais vantajoso incluir nas refeições o frango ou o peixe, mas essa mudança requer o acompanhamento de um especialista, já que esse alimento traz consigo nutrientes indispensáveis cujo consumo deve ocorrer de outra forma.

carne vermelha churrasco 0917 1400x800
Vlasov Yevhenii/shutterstock

Exercícios físicos (sem monotonia!)

Além de manter uma alimentação regrada, Thais também pratica atividades físicas e, ainda que sempre tenha sido adepta do pilates, hoje seu foco é a academia. Conforme conta, ela malha com o auxílio de um personal trainer - algo que faz seus treinos serem menos monótonos.

Ao mesmo tempo em que a musculação contribui para o ganho de massa magra e acelera o metabolismo mesmo após o fim do treino, variar os exercícios é uma boa forma de manter a motivação - algo que torna a rotina de atividades mais prazerosa e, por consequência, proveitosa.

Junto da musculação, ela também aposta em exercícios aeróbicos (que são boas opções para queimar gordura), e afirma que, quando opta por treinos em circuito - que normalmente consistem em séries de exercícios com intervalos curtos que elevam bastante a frequência cardíaca - consegue fazer tudo em cerca de 40 minutos.

Assista ao vídeo completo:

Dicas das famosas para manter a forma