Quem é o chef que ajuda a chapar a barriga de famosas e como é o detox de 5 dias dele

Não é raro ver celebridades que buscam ajuda profissional para enxugar alguns quilinhos ou se livrar de inchaço – e há um chef a quem algumas delas recorrem. Após deixar a carreira de advogado e retomar a paixão pela culinária, Ipe Aranha criou um projeto de 5 dias ao qual famosas como Sabrina Sato e Mariana Rios já aderiram e que promete melhorar o funcionamento do organismo enquanto seca o corpo.

Detox de 5 dias de Ipe Aranha

Apaixonado por culinária desde jovem, Ipe chegou a se formar em direito e atuar como advogado, mas retomou o hábito de cozinhar quando foi chamado para trabalhar em um restaurante que frequentava. Desde então, ele construiu sua carreira a partir de cursos profissionalizantes realizados ao redor do mundo e, hoje, é especializado em culinária funcional.

Buscando motivar hábitos mais saudáveis e bem-estar, ele criou seu programa detox, que inclusive foi uma das táticas que ajudou Sabrina a preparar o corpo para o Carnaval três meses após dar à luz Zoe, sua primeira filha. No caso dela, o programa foi seguido por três semanas.

Conforme contou o chef ao VIX, apesar de ser adaptável, o programa tem o mesmo objetivo para todos os clientes e, ao contrário do que muitas pessoas pensam, o detox não é feito com alimentação líquida.

Segundo Ipe, fatores como estresse, exposição à poluição e até consumo exagerado de alimentos com muitos conservantes e pesticidas contribuem para um acúmulo de toxinas no organismo – e é justamente isso que o programa visa eliminar. Com alimentos funcionais (que trazem benefícios ao corpo além da função de nutri-lo), ele elimina essas toxinas e faz o corpo reagir de várias formas.

“No momento em que você limpa as toxinas e recupera funções vitais, como a do intestino, melhora a disposição, a pele, o cabelo e tem uma sensação de bem-estar pois há ainda a eliminação de líquidos retidos, perda de peso e redução de medidas”, explica o chef, cujo programa dura cinco dias e pode ser aplicado a qualquer pessoa, respeitando o organismo e a individualidade de cada um.

De acordo com Ipe, os pratos oferecidos durante esse período (que podem ser preparados pelo chef na casa do cliente ou enviados por ele) são veganos e não contêm glúten nem lactose – substâncias que, dependendo do metabolismo, podem contribuir com inchaço e mal-estar. Na hora de preparar, os alimentos usados trazem benefícios ao corpo desde a base dos pratos até os temperos.

Alimentos usados no programa

Segundo o chef, as receitas trazem grãos como quinoa, painço, trigo sarraceno e sorgo – que auxiliam no funcionamento do intestino –, verduras verde-escuras – fontes de ferro antioxidantes – e proteínas vegetais como cogumelos, tofu, lentilha e grão-de-bico. “Salsão também ajuda muito no processo de desintoxicação e inhame não abro mão por ter uma função de limpeza do sangue”, adiciona.

Para temperar os pratos, Ipe afirma optar por ingredientes como limão, cúrcuma e canela, e conta ainda que complementa a alimentação com algumas bebidas aliadas da desintoxicação do corpo. Para isso, ele destaca chás como os de cavalinha e o de hibisco que, por serem diuréticos, também ajudam o organismo a eliminar toxinas.

Quanto custa?

O programa é composto por 5 a 6 refeições completas diárias, incluindo lanches e sobremesas, e custa R$ 2,7 mil por semana, em média.

Dicas de dieta e alimentação