pop

Bastidores do especial de "Sob Pressão": choque e mais que a Globo não mostrará

carolina sob pressao plantao covid 1400x800 0920
Globo/ João Faissal

Isso a Globo não mostra: os bastidores de "Sob Pressão: Plantão Covid" foram bem tensos para o grupo de atores que voltou aos estúdios para gravar o especial de dois episódios sobre a pandemia causada pelo novo coronavírus.

Durante os 21 dias de gravações, os protagonistas foram submetidos a procedimentos rigorosos de segurança, algumas vezes desconfortáveis, além de relatarem medos e inseguranças com o novo projeto, que não serão exibidos na TV.

Um dos novos integrantes do elenco teve até uma experiência com a COVID-19 bem no momento em que rodava a série. Confira todos os detalhes, revelados pelo próprio elenco, que os telespectadores não terão acesso.

Bastidores de "Sob Pressão: Plantão Covid"

sob pressao plantao covid cena 1020 1400x800
João Faissal/Globo

"Sob Pressão: Plantão Covid" foi ambientada em um hospital de campanha para retratar a realidade dos médicos e pacientes durante a pandemia. O maior desafio foi se adaptar aos novos protocolos de segurança.

"Foi a experiência mais difícil que eu vivi com 'Sob Pressão' até hoje. Todo esse processo demanda muita energia", afirmou Marjorie Estiano, intérprete da Dra. Carolina, em coletiva para a imprensa.

Testes de rotina

Para entrarem nos estúdios da Globo, os protagonistas foram submetidos a testes todos os dias, com aferição da temperatura, logo na entrada. Isso fez com que muitos se sentissem tensos antes mesmo de chegarem ao set.

"O momento que eu senti a maior pressão foi quando você vai até o próprio Projac. Chegar no estacionamento, sair, passar pela catraca de máscara, era sempre um momento meio tenso, mas quando chegava e via os colegas, essa pressão diminuía um pouco", contou Bruno Garcia, que faz o papel de Décio.

A emissora organizou uma série de reuniões para explicar os procedimentos que teriam que ser adotados para a volta. A pressão acabou ficando maior pelo fato de uma equipe ter sido disponibilizada exclusivamente para checar se os envolvidos no projeto estavam seguindo todas as normas.

evandro sob pressao plantao covid 1400z800 0920
Globo/ João Faissal

"A gente tinha um rigor muito grande, profissionais da saúde de protocolo relembrando a gente o tempo todo, máscara o tempo todo, roupa de astronauta, era uma preocupação muito grande. Foi muito exaustivo, mas gratificante", relembrou o diretor artístico, Andrucha Waddington.

Semanalmente, o elenco era submetido ao exame de PCR, que analisa a secreção naso-orofaringe para checar se a pessoa está com o vírus ativo. Para Marjorie, essa é uma das piores lembranças dos bastidores, já que a atriz tem muita aflição do cotonete usado para a coleta.

"O teste com cotonete não é exatamente agradável. Ele provoca algumas reações, reflexos, eu não me adaptei ainda a conter os meus reflexos, o meu era de me proteger, de tirar o cotonete. Eu e cotonete travamos uma luta toda vez. Toda semana estava marcado esse encontro".

Preocupação

A preocupação fez parte de todos os momentos da equipe, dentro e fora do estúdio, seja pelo medo de contrair o vírus ou comprometer a saúde dos colegas. Apesar disso, Julio Andrade, o Dr. Evandro, garante que conseguiram fazer um bom trabalho.

"A gente está lidando com um inimigo invisível. Não tinha nenhum contaminado, mas poderia ter. Essa sensação. Você tem que ter esse jogo de cintura", admitiu David Junior, que fará o papel do Mauro nos novos episódios do especial de "Sob Pressão".

sob pressao plantao covid marisa rosa 0920 1400x800
João Faissal/Globo

"Existia a felicidade de poder se reencontrar nesse momento de pandemia, onde voltar a trabalhar é tão bom para a gente, mas por outro lado existia, sim, um medo da gente se expor a isso", concordou Josie Antello, a Rosa.

A produção exigiu ainda que todos os atores supervisionassem o que faziam do lado de fora do estúdio e evitassem o máximo de contato com o mundo exterior. "Tinha uma preocupação do que as pessoas faziam quando não estavam no set. A casa das pessoas era a extensão do set", explicou Andrucha.

Por sorte, o elenco conseguiu passar pelo período de gravações sem nenhuma contaminação, o que foi muito comemorado por toda equipe envolvida em transformar o projeto em realidade nesse momento tão necessário. "A gente foi muito cuidadoso", reforçou Julio.

Aflições

E junto com essa felicidade do reencontro, veio também um sofrimento: não poder abraçar ou chegar perto dos colegas. "Conheço o David desde março e até agora não consegui nem dar um abraço", contou Marjorie.

Um outro momento em que a aflição ficou mais forte foi durante a gravação de uma cena entre Marjorie e Josie, que contou que teve dificuldade de seguir, por perceber que aquilo que estavam encenando também acontecia do lado de fora.

sob pressao plantao covid medicos 1020 1400x800
João Faissal/Globo

"Meu maior desafio foi lidar com as feridas abertas. A gente sabendo que isso está acontecendo a todo momento e que as pessoas estão realmente passando por isso trouxe uma carga a mais. Existia uma flor da pele nesses especiais, existia uma emoção nossa, que era muito forte".

"A instabilidade emocional é muito traiçoeira. Você tem que ter um terreno firme para que a emoção faça o caminho dela. Conseguir esse terreno firme era um desafio diário e continuo", acrescentou Marjorie.

Dificuldades

O uso de EPIs dificultou bastante o processo de gravação, desafiando os atores a passarem emoções apenas com os olhos, além de comprometer o áudio, que teve que ser regravado, por um pedido do diretor artístico.

Marjorie explicou que, apesar da máscara, foi possível passar por esse processo. "A voz entrega muito nossa emoção, onde a gente está, enquanto a máscara cobre todo nosso rosto, se não tem nenhuma boca, seu corpo todo reage".

"Temos que procurar outros elementos que tragam humanização. Foi um grande aprendizado", acrescentou Bruno. "A gente vai saber isso quando entrar no ar. Me pergunto se a gente vai conseguir fazer isso só passando a emoção pelos olhos", refletiu Julio.

sob pressao plantao covid decio 0920 1400x800
João Faissal/Globo

Fora isso, existia uma dificuldade de comunicação entre os atores, que não conseguiam se ouvir bem por causa da máscara. "A sensação que eu tive era que eu tinha feito uma temporada inteira. Tudo isso fez com que a gente saísse mais cansado", afirmou o intérprete de Evandro.

"Para mim também foi a sensação de uma temporada inteira. O estado de alerta permanente que a gente tem que ficar. É realmente um cenário que a gente espera que não se repita. Não sei se a gente se adapta a isso", confirmou Marjorie.

Entre as coisas mais estranhas desse "novo normal", também está o fato de que mal dava para reconhecer as pessoas no estúdio, já que estavam todas iguais. Os acessórios de proteção faziam até com que os protagonistas tomassem choque.

"Se comunicar pelo EPI é uma coisa complicadíssima. É difícil você se comunicar com máscara, face shield, fazer uma fofoca era difícil. Era difícil reconhecer as pessoas. Estava todo mundo empacotado igual", recordou Julia Shimura, a Keiko.

Caso de COVID-19

sob pressao plantao covid medicos 0920 1400x800
João Faissal/Globo

David Reis vivenciou um caso de COVID-19 na família depois que já tinha começado a gravar. O primo contraiu o novo coronavírus e teve dificuldade para se recuperar: "Eu estava vivendo essa pressão e entendendo como funciona".

Aflito com a piora do estado de saúde do parente, David pediu conselhos para o Dr. Márcio Maranhão, médico supervisor de "Sob Pressão", que aconselhou o paciente a não esperar para procurar um hospital.

"Quando eu falei para ele voltar para o médico, ele voltou e ficou internado na hora, teve que ir para a UTI, ficou lá uma semana e meia internado, tendo várias crises", entregou David, que é muito grato ao Dr. Márcio.

"O resumo: essa pressão também salva. Muita gente fala 'todo mundo vai pegar'. O fato dele ter ido até o hospital pode salvar a vida dele. Mas essa pressão traz a lucidez da urgência que é estar infectado com algo que a gente não sabe como cuidar".

Participação à distância

vera sob pressao 0719 1400x800
Globo/Raquel Cunha

Drica Moraes, que faz o papel da Vera, teve que gravar à distância pelo fato de ser do grupo de risco da COVID-19. A atriz precisou passar por um transplante de medula depois de vencer uma leucemia em 2010.

Drica estará presente em momentos decisivos do especial, mas garante que se sentiu um pouco frustrada de não estar com o elenco presencialmente. "Eu queria estar no set, mas achava que era uma experiência muito inicial para correr riscos".

"Me senti muito cuidada pela equipe por estar em casa. Consegui fazer cena ao vivo no telefone com a Marjorie, duas cenas que a gente se viu, mas tinha vezes que achava que estaria mais protegida no Projac do que em casa. Eu queria estar lá".

Os dois episódios especiais de "Sob Pressão: Plantão Covid" irão ao ar nos dias 6 e 13 de outubro na Globo.

"Sob Pressão: Plantão Covid"