mulher

Dica de beleza do TikTok dá errado e ex-BBB Austrália chega a perder visão temporariamente

Após surgir no “Big Brother Austrália” com uma camada de argila no rosto algumas vezes, a participante Tilly Whitfeld chocou o público ao mostrar o estado de sua pele por baixo da máscara. Conforme explicou a australiana, que está no ar na 21ª edição da atração atualmente, ela tentou fazer um procedimento estético em casa logo antes de entrar no programa – e, como resultado, ela foi parar no hospital com uma infecção.

Famosa faz apelo após procedimento estético caseiro dar errado

Ao ser questionada sobre aparições usando uma máscara de argila no rosto durante o “Big Brother Austrália”, Tilly Whitfeld usou as redes sociais para explicar. Em um post, a participante do programa (que foi pré-gravado e está sendo exibido atualmente) contou que a ideia era amenizar cicatrizes nos momentos em que estava sem maquiagem – e que as marcas são fruto de uma atitude perigosa.

Junto de fotos nas quais mostra uma série de feridas na pele que viraram manchas vermelhas, Tilly escreveu: “Esta é uma tentativa de remover cicatrizes que eu criei em mim ao tentar replicar um procedimento estético caseiro que vi no TikTok dois meses antes do ‘Big Brother’”. Conforme explicou, isso afetou uma camada profunda da pele e, portanto, apesar de não ter textura nas cicatrizes, as manchas permanecem.

A participante, que diz ter usado agulhas no processo, precisou ir ao hospital para cuidar dos danos feitos na pele, e agora alerta os seguidores. “Por favor, não tentem fazer nenhum procedimento caseiro ou ‘faça você mesmo’. Eu acabei no hospital com perda temporária da visão devido ao inchaço e fiquei muito doente devido a uma infeção”, explicou.

Em clínicas de estética, procedimentos com microagulhas são realizados de forma a “forçar” a renovação celular da pele e, assim, acabar com cicatrizes ou manchas. Na internet, porém, há inúmeros sites que comercializam certos itens usados no tratamento para o público geral – mas, segundo especialistas, reproduzi-lo em casa sem a avaliação de um profissional é extremamente arriscado.

“É um procedimento invasivo que precisa ser acompanhado. Ele exige cuidados antes, durante e depois das perfurações. Além disso, o paciente precisa ser avisado que é um tratamento doloroso que exige muita atenção”, afirma a dermatologista Íris Flório, dermatologista especializada em estética médica, ressaltando que, quando feito da forma errada, ele pode ter consequências irreversíveis.

“Qualquer pessoa que tenha um câncer ou outra doença de pele mais grave pode ter sua situação piorada se fizer o microagulhamento indevido. Da mesma forma, quem tem a pele saudável pode desenvolver quadros indesejados, como cicatrizes, manchas e até infecções por conta de um procedimento mal executado”, conclui.

Saúde e beleza