mulher

Blogueira usa cola para fixar cabelo e resultado viraliza: foram 4 horas de cirurgia para tirar

Ao ver que seu spray fixador para cabelos havia chegado ao fim, a norte-americana Tessica Brown decidiu usar algo inusitado para finalizar um penteado. Crendo que conseguiria lavar os fios normalmente em algumas horas, ela aplicou cola em spray por toda a cabeça - e, após inúmeras e dolorosas tentativas de retirar o produto, ela teve de se submeter a um procedimento médico para resolver o problema.

Mulher precisa de cirurgia após usar spray de cola nos cabelos

No início de fevereiro, a influencer Tessica Brown viralizou nas redes sociais após fazer um vídeo ligeiramente cômico para aconselhar que os seguidores nunca usassem Gorilla Glue - uma cola bastante forte - em spray para fixar os cabelos. No post compartilhado por ela na época, a blogueira mostrou que todo o cabelo no topo de sua cabeça estava grudado, formando uma espécie de “capacete”.

“Meu cabelo está assim há cerca de um mês, não é minha escolha. [...] Foi uma ideia muito, muito, muito ruim. Gente, meu cabelo não se move. Não se move! Eu lavei meu cabelo quinze vezes e ele não se move!”, disse a influencer que, em outra publicação, mostrou até o que acontecia conforme ela espalhava condicionador sobre os cabelos, para provar que eles não saíam do lugar.

Tentando descobrir o que fazer para solucionar o problema, ela pediu indicações ao seguidores e, conforme a situação viralizou, ela recebeu uma série delas. Na sequência, ela tentou dormir com óleo de coco e óleo de melaleuca na cabeça, bem como outras estratégias sugeridas até por médicos nas redes sociais, mas, infelizmente, nada adiantou.

Como os cabelos de Tessica estavam presos em um rabo-de-cavalo alto, a pressão causada pela combinação entre o tipo de penteado e a fixação da cola gerou muita dor e, sem sucesso nas tentativas de retirar o produto, ela então cortou a trança inteira, deixando os fios bem curtinhos. Em seguida, ela chegou a ir ao pronto-socorro, mas os profissionais que a atenderam não conseguiram dissolver o produto.

Em meio a campanhas de doação para que ela pudesse resolver o problema, o cirurgião Michael Obeng quis realizar o procedimento - que custaria US$ 12,5) gratuitamente. Segundo informações do portal “TMZ”, que acompanhou o processo, Tessica viajou de Louisiana até Los Angeles e, lá, ficou quatro horas em uma sala de cirurgia sob sedação leve para remover a cola dos cabelos.

Conforme contou Obeng, apesar de o procedimento ter sido trabalhoso, longo e delicado, a solução encontrada por ele foi simples. “Eu pesquisei a composição e o ativo principal da Gorilla Glue é o poliuretano. Nós entendemos a ciência de como decompor isso [...] e trouxemos substâncias que têm componentes capazes de dissolvê-lo”, disse ele.

De acordo com o cirurgião, ele então preparou uma mistura que incluiu um solvente médico utilizado para remover substâncias adesivas da pele, aloe vera, óleo de oliva e um pouco de acetona, e, então, a borrifou pelos cabelos de Tessica. Com a ajuda de um instrumento médico, a cola foi devidamente dissolvida e os cabelos da blogueira começaram, pouco a pouco, a se desprender.

Após o procedimento, Tessica se mostrou aliviada ao finalmente conseguir passar os dedos pelos cabelos novamente e, agora, não precisa mais lidar com dores de cabeça e queimação no couro cabeludo. Na entrevista, o médico afirmou que, de início, pensou que a notícia de que alguém havia aplicado uma “supercola” nos cabelos era brincadeira, mas agora espera que o caso sirva de alerta.

“Ela tem muita, muita sorte de não ter sofrido muitas lesões no couro cabeludo. Esse tipo de situação não é uma brincadeira, ok? Lesões na cabeça, uma rigidez que pressiona o couro cabeludo todos os dias. Não dá para dormir. [...] Ela passou por muita coisa e eu espero que vocês aprendam com a situação da Tessica”, disse ele, orientando que sempre se leia o rótulo dos cosméticos utilizados.

Cosméticos e truques de beleza perigosos