mulher

Voz de Pocah é rouca devido a um problema de saúde na região do pescoço

pocah 0221 1400x800 0
Daniel Pinheiro/AgNews

Desde o início do “Big Brother Brasil” 21, a voz da cantora Pocah chamou muita atenção nas redes sociais. Isso porque, no programa, a funkeira está constantemente rouca - e, nos últimos dias, ela revelou aos colegas de confinamento que esta característica da voz tem relação com um cisto nas cordas vocais.

Pocah é rouca devido a cisto

Entre espectadores do “BBB 21” nas redes sociais, não é raro encontrar comentários sobre a voz de Pocah, que, desde o início do programa, apresenta uma rouquidão que não cede. O mistério do porquê, porém, terminou nos últimos dias, quando a cantora disse ser rouca devido a um problema de saúde.

Conforme relatado por ela a outros participantes e confirmado pela assessoria de imprensa da cantora, Pocah é rouca devido a um cisto em suas cordas vocais - algo que, antes do “BBB”, ela pretendia remover cirurgicamente, mas adiou o procedimento para poder participar do reality.

pocah bbb21 022 1400x800
Reprodução/Globoplay

Cisto nas cordas vocais: o que é

Cistos nas cordas vocais podem ser congênitos (de nascença) ou resultado de estresse por uso “indevido” da voz. Quando falamos, estas pregas vocais vibram, e isso faz com que elas toquem uma na outra - algo que, para pessoas que cantam, é intensificado e, se feito sem disciplina, pode gerar traumas.

Estes traumas, por sua vez, nem sempre prejudicam a voz; Anitta, por exemplo, conviveu (e cantou) com um cisto nas cordas vocais por muito tempo até que, após uma gripe, a cantora desobedeceu orientações médicas para repousar e fez shows mesmo assim, gerando uma inflamação deste cisto.

Juliana Paes também teve dois cistos nas cordas vocais causados, segundo ela, por excesso de trabalho na época em que interpretou Bibi Perigosa na novela "A Força do Querer" (Rede Globo). A atriz precisou fazer fonoterapia.

cordas vocais garganta voz 0221 1400x800
5432action/iStock

A existência ou não de alguma alteração na voz causada pelo cisto depende, segundo o otorrinolaringologista Jamal Azzam, da posição em que ele se encontra. “Se ele estiver acima do local onde as pregas se tocam, não existe problema nenhum de voz”, afirma ele, lembrando que o cisto pode ser tratado.

Para o tratamento, o médico pode recomendar acompanhamento fonoaudiológico, descanso da voz, beber água com mais frequente, medicamentos anti-inflamatórios e, em alguns casos, cirurgia. Tudo isso, segundo o especialista, vai depender do tamanho do cisto, a posição dele e a necessidade que a pessoa tem de usar a voz.

Famosos e a saúde