Como diminuir a cólica menstrual com 5 alimentos anti-inflamatórios indicados por médica

dor colica menstrual 0619 1400x800
goffkein.pro/Shutterstock

Algumas mulheres sofrem mais do que as outras com cólicas menstruais, e quando a dor aperta, cada uma tem o seu jeito de lidar melhor com o problema. Remédios ajudam, mas também existem formas naturais de amenizar os sintomas.

As cólicas geralmente são causadas pelo aumento de prostaglandina, substância que contrai o útero para eliminar o sangue menstrual. Segundo a Sociedade Brasileira de Clínica Médica, 70% das mulheres em idade reprodutiva sentem as dores e sintomas da dismenorreia.

utero menstruacao 1400x800 0617 0
chombosan/shutterstock

Alimentos para diminuir a cólica

Para amenizar as cólicas menstruais de maneira natural, a ginecologista Luciana Deister aconselha praticar mais exercícios para estimular a liberação de endorfina, que traz sensação de relaxamento. Mas a alimentação também tem papel importante.

A recomendação é apostar em muitas frutas, vegetais e fontes de vitamina B12, além de outros ingredientes ricos em fibras e minerais como cálcio, potássio e o magnésio, que tem ação anti-inflamatória. A médica listou alguns deles:

Folhas verdes

Vegetais como rúcula, agrião e acelga são boas fontes de magnésio e potássio, que ajudam a aliviar a dor.

bowl salada abacate 0619 1400x800
Foxys Forest Manufacture/Shutterstock

Banana

A fruta é rica em potássio, mineral que contribui para amenizar dores musculares e reduz a retenção de líquido.

Semente de abóbora

Apenas 100 gramas de semente de abóbora contêm metade dos valores diários de magnésio indicados para um adulto.

semente de abobora 1218 1400x800
monticello/shutterstock

Abacate

O magnésio e as gorduras insaturadas presentes na fruta ajudam o corpo se preparar para os sintomas da cólica menstrual.

Chocolate amargo

O chocolate é uma importante fonte de magnésio e ainda libera serotonina, hormônio que relaxa o organismo.

Suplementos de ômega 3, como o óleo de peixe, também podem ajudar a aumentar o potencial anti-inflamatório do organismo contra os sintomas da cólica. Durante o período menstrual, a ginecologista sugere tomar bastante água e diminuir a quantidade de sal e bebidas com cafeína.

View this post on Instagram

🚺 Se você sofre com cólicas menstruais e buscas formas naturais de melhorar o incomodo, principalmente se usa #DIU de cobre (muitas pacientes se queixam do aumento das cólicas nestes casos), esse post é pra você! ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ 🚺 Durante o período menstrual, para o alívio das cólicas (decorrentes de um processo inflamatório local, isto é, no útero) pode ser interessante: ✅ Vitamina B12 ✅ Óleo de peixe ✅ Mais vegetais ✅ Mais frutas ✅ Mais água ✅ Menos gordura industrializada ✅ Menos sal ✅ Menos bebidas com #cafeína (#café, chá preto, chá verde...) ✅ Mais #magnésio (folhas verdes, banana, semente de abóbora, #abacates# e #chocolate amargo) ✅ Mais atividade física (alívio do estresse e liberação de #endorfinas, que ajudam a aliviar a dor e aumentar a sensação de bem-estar) ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ 🚺 Consulte seu ginecologista e converse com um(a) #nutricionista para elaborar a melhor dieta de acordo com as características, necessidades e sintomas de cada fase do seu ciclo menstrual! 💐✨🥑😘 ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ #ginecologiaintegrativa #ginecologia #ciclomenstrual #menstruação #saudedamulher #diu #diudecobre #diumirena #mirena #medicinaintegrativa #medicinadoestilodevida

A post shared by Luciana Deister (@dra.lucianadeister) on

Cólicas menstruais