mulher

Cólica menstrual vai além de dor no ventre: 9 sintomas, de desmaio a dor na perna

menstruacao colica barriga 0816 1400x800
Nemi/shutterstock

Os sintomas da cólica menstrual podem variar em gravidade, de um simples mal-estar até dores intensas na região abaixo do abdome que comprometem as atividades rotineiras da mulher.

Existem dois tipos de cólicas: a primária, provocada pelo aumento de substâncias conhecidas como prostaglandinas no útero. E a dismenorreia secundária, causada por distúrbios ou infecções nos órgãos reprodutores femininos.

utero mulher ovarios 0818 1400x800
Lightspring/shutterstock

Sintomas das cólicas menstruais

Em menos ou maior intensidade, as cólicas trazem alguns sintomas que vão além das dores abdominais, entre eles:

  • Dor na região lombar
  • Dor nas pernas, com irradiação a partir das coxas
  • Náusea
  • Vômitos
  • Diarréia
  • Dores de cabeça
  • Irritabilidade
  • Fraqueza
  • Tonturas e desmaios (em casos extremos)
dor barriga colica 0818 1400x800
Ed Meden/shutterstock

Distúrbios que causam cólicas fortes

1. Endometriose: a cólica menstrual muito intensa ou mais forte que o habitual pode ser sinal de endometriose, caracterizada pela presença do tecido que reveste o interior do útero fora do lugar – geralmente em órgãos como as trompas, ovários, intestino e bexiga.

endometriose utero 0117 1400x800
Lightspring/Shutterstock

2. Miomas e cistos: mulheres com tumores benignos no útero ou cistos nos ovários tendem a sofrer mais com a cólica. Para identificar e tratar, é preciso consultar um ginecologista periodicamente.

ovario aparelho reprodutor 1117 1400x800
BlueRingMedia/shutterstock

3. Infecções nos órgãos reprodutores: distúrbios como a Doença Inflamatória Pélvica (DIP) atinge os órgãos reprodutores da mulher e podem causar fortes dores pélvicas e abdominais. A inflamação é causada por bactérias que são transmitidas nas relações sexuais sem preservativos e em procedimentos como a colocação do DIU (Dispositivo Intra-Uterino)

Dores menstruais