Por que não tenho fome? Pode ser efeito colateral de remédio, transtorno e mais

falta apetite mulher 1118 1400x800
Lolostock/shutterstock

A perda de apetite é comum depois de uma certa idade e surge como efeito colateral de alguns medicamentos, mas também pode ser sinal da algo mais grave, como doenças crônicas e alguns tipos de câncer - especialmente de cólon, ovário ou pâncreas.

O primeiro trimestre da gravidez é geralmente associado a este sintoma, que pode ser acompanhado de náuseas e vômitos. Mas o que será que a sua falta de apetite pode significar?

Perda de apetite: causas

A diminuição do desejo de comer pode ocorrer por doenças que afetam o sistema digestivo ou no quadro de problemas de saúde mais generalizados. Gastrites, dores ao mastigar ou engolir, doenças endócrinas ou complicações relacionadas ao estresse são possíveis gatilhos.

Medicamentos, como antibióticos ou quimioterapia, são outras causas de perda de apetite. Doenças crônicas como insuficiência cardíaca, doença pulmonar obstrutiva (incluindo enfisema e bronquite crônica), hepatite e insuficiência renal podem levar à falta de fome.

Não ter fome pode ser grave?

Mudanças nos sentidos do olfato ou paladar também podem afetar o desejo de comer. Dependendo da causa, a falta de apetite pode ser intermitente ou constante.

A perda de apetite raramente leva a uma condição com risco de vida. No entanto, a falta de vontade de comer pode estar associada à desidratação, que, se não for tratada, pode causar um choque eletrolítico e levar ao coma.

É aconselhável consultar um médico imediatamente ao sentir sintomas de desidratação grave: confusão ou perda de consciência, pele fria ou produção reduzida de urina.

Por que no tengo hambre 2
vitaliy Hrabar/hemera/thinkstock

Saúde mental e falta de apetite

A perda de apetite também é um sintoma comum de distúrbios mentais como a depressão, e pode ser causada ou agravada por excesso de ansiedade, tristeza e outras emoções negativas.

A falta de fome também pode vir como efeito de medicamentos narcóticos, como codeína ou morfina. Se a perda de apetite é persistente ou virou um incômodo, o melhor a fazer é ir ao médico.

Distúrbios alimentares

Matéria traduzida do original de VIX espanhol, do autor Fausto Ramirez.