Clamídia: sintomas afetam região íntima, garganta e até olhos

clamidia mulher ist 0419 1400x800
Kateryna Kon/shutterstock

A clamídia é uma Infecção Sexualmente Transmissível (IST) causada por bactéria e que, segundo o Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA, é mais comum em jovens entre 15 e 24 anos de idade. Se não tratada, a condição pode causar infertilidade, aborto e, em casos mais graves, até levar à morte.

Clamídia: o que é

A clamídia pode afetar homens e mulheres com vida sexual ativa e, na maioria das vezes, causa infecção nos órgãos genitais. A infecção, no entanto, também pode afetar garganta e olhos em alguns casos, de acordo com informações do Ministério da Saúde.

clamidia bacteria dst 0818 1400x800
Kateryna Kon/shutterstock

A maioria dos casos (cerca de 75%) não apresenta sintomas da clamídia. Quando presentes, os sinais podem variar um pouco entre homens e mulheres.

Quando não tratada, a clamídia pode provocar complicações de saúde, como infertilidade, dores, gravidez tubária e problemas na gestação. O diagnóstico da clamídia é confirmado por meio de exame clínico específico e coleta de secreções genitais.

Transmissão

A clamídia é uma infecção transmitida por meio do contato sexual (anal, oral ou vaginal) ou pela forma congênita (passada da mãe para o bebê durante a gestação).

Clamídia no homem

mao penis castracao 0916 1400x800
CHAjAMP/Shutterstock

Sintomas

  • Ardência ao urinar
  • Corrimento uretral com a presença de pus
  • Dor nos testículos

Tratamento

O tratamento da clamídia é feito com o uso de antibióticos (como azitromicina ou doxiciclina), capazes de erradicar completamente a bactéria que causa a infecção.

Clamídia na mulher

vagina dor coceira 0219 1400x800 0
SOPRADIT/shutterstock

Sintomas

  • Corrimento amarelado ou claro
  • Sangramento espontâneo ou durante as relações sexuais
  • Dor ao urinar
  • Dor durante as relações sexuais
  • Dor no baixo ventre (pé da barriga)

Tratamento

O tratamento da clamídia em mulheres também é feito com antibióticos e, no caso de gestantes, a terapia será indicada pelo médico conforme cada caso. A grávida deve fazer o acompanhamento pré-natal regular, com a realização dos exames prescritos.

Prevenção

A única maneira de prevenir clamídia é manter, sempre, relações sexuais com proteção de camisinha, tanto no sexo vaginal, quando no oral ou anal.

camisinha preservativo sexo 0319 1400x800
Jamesbin/shutterstock

A clamídia pode ser facilmente curada, mas durante o período de infecção é aconselhado evitar contato sexual desprotegido.

Infecções sexualmente transmissíveis