Espasmos: por que acontecem? Existem vários tipos e 5 causas principais

dores pernas caimbras 1017 1400x800
PR Image Factory/shutterstock

Tremor nas pernas que aparecem sem motivo específico, pálpebras dos olhos que “pulam” involuntariamente, enfim, você provavelmente já experimentou algum tipo de espasmo.

O que são espasmos?

Espasmos são contrações musculares involuntárias e passageiras que podem ou não ser acompanhadas por dores. Normalmente desaparecem da mesma forma que surgem, rápida e subitamente, e possuem diferentes causas.

Estresse

O estresse é uma das principais causas de espasmos. A condição ocorre por causa da liberação excessiva de hormônios relacionados ao problema, que leva ao tremor involuntário.

estresse ansiedade cansaco 1218 1400x800
ESB Professional/shutterstock

Cansaço

Outra causa de espasmos é o cansaço excessivo, uma vez que a fadiga compromete o relaxamento muscular, causando seu enfraquecimento e, consequentemente, os espasmos.

agua copo jarra 0219 1400x800
successo images/Shutterstock

Falta de água

A desidratação do organismo pode provocar o enfraquecimento dos músculos, resultando em espasmos.

cafe xicara bule 0119 1400x800
Storyblocks Images

Café

Além de provocar desidratação, a bebida, rica em cafeína e com ação estimulante, também pode provocar espasmos involuntários.

exercicio escada lateral0119 1400x800
baranq/shutterstock

Excesso de atividade física

Iniciantes em treinos ou mesmo atletas, quando exageram nos exercícios, podem experimentar espasmos musculares por sobrecarga e exigência extrema dos músculos.

Tipos de espasmos

Espasmo muscular

As cãibras são as formas mais comuns de espasmos musculares. Caracterizadas pela contração involuntária dos músculos, provocam dores e desconfortos que, apesar de bastante incômodos, tendem a desaparecer em poucos segundos.

caibra perna 1117 1400x800
Wisanu_nuu/Shutterstock

Espasmo no olho

O tremor involuntário na região dos olhos, mais especificamente das pálpebras, é chamado de blefarospasmo. Trata-se dos espasmos que, apesar de não provocar dores, normalmente causa irritação e desconfortos.

insonia olhos vermelhos 1118 1400x800
Eduard Muzhevskyi/shutterstock

Espasmo respiratório

Também chamado de broncoespasmo, é caracterizado pela contração das vias áreas pequenas e, além da dificuldade em respirar, pode causar tontura e fraqueza.

rinite alergia nariz 1018 1400x800
pathdoc/Shutterstock

Espasmo dormindo

Se você costuma acordar com um sobressalto ou mesmo pulando, pode estar sofrendo de espasmo hipnico que, apesar de não ser considerado uma doença, trata-se de uma desordem no sistema nervoso. Normalmente ocorre quando se está entrando no estágio mais profundo do sono.

bebe choro colica 0119 1400x800 0
spass/Shutterstock

Espasmo do choro

Comum entre bebês, trata-se de uma perda passageira de consciência, durante a qual o pequeno não consegue recuperar o fôlego enquanto chora. Segundo a neuropediatra Dra. Maria José Mas, este espasmo é uma condição benigna e que não altera o neurodesenvolvimento dos pequenos.

Dores musculares