Adeus, intestino preso: essa é "A" fruta para quem não vai ao banheiro (e não é ameixa!)

banheio vaso constipacao 1218 1400x800
santima.studio/Shutterstock

Enquanto algumas pessoas experimentam aquela sensação desagradável da constipação apenas raramente, outras sofrem com este problema de forma crônica. Os sintomas se manifestam com o intestino preso, fezes irregulares e duras.

São muitas as causas que levam a este distúrbio, que normalmente está associado a dieta pobre em nutrientes, sedentarismo e baixo consumo de água, assim como o movimento lento dos alimentos no sistema digestivo. Felizmente, existem algumas frutas, como o kiwi, que aliviam a constipação, diminuindo este tempo de trânsito intestinal e aumentando a frequência das fezes.

Kiwi ajuda intestino preso

O kiwi é um santo remédio para auxiliar no tratamento da constipação: segundo a nutricionista Ana Paula Pujol, a fruta consegue promover fezes mais volumosas e macias, além da melhora da motilidade intestinal e aumento da frequência de defecação.

Isso acontece porque as substâncias presentes na fruta têm efeito prebiótico. Entre elas, estão a zyactinase, um complexo de pelo menos cinco enzimas, incluindo actinidina, que possui características laxantes e que ajudam na digestão.

mulher saude kiwi 1218 1400x800
goodluz/Shutterstock

Em seu perfil no Instagram, a especialista cita dois estudos que comprovam a eficácia do kiwi para aumentar o número de evacuações. Uma das pesquisas atestou que o extrato da fruta conseguiu suavizar as fezes, melhorando os sintomas de distensão e dores abdominais.

Outro estudo revelou que o kiwi também amplia a proliferação de bactérias do bem, como a Faecalibacterium prausnitzii. Quando em número reduzido, a falta delas pode causar alterações intestinais, como a Síndrome do Intestino Irritável.

Qual quantidade consumir?

A nutricionista recomenda consumir 2 kiwis por dia ou uma unidade da fruta para cada 30kg de peso corporal. Mas alerta que alguns indivíduos podem ter alergia à actinidina do kiwi. “Nessas pessoas, o consumo do kiwi pode causar coceira, inflamação na boca e garganta, entre outras reações”, explica.

View this post on Instagram

💚Consumir 2 kiwis por dia ou 1 kiwi 🥝a cada 30 kg de peso corporal pode auxiliar no tratamento da constipação promovendo fezes mais volumosas e mais macias, além da melhora da motilidade intestinal e aumento da frequência de defecação.💩 ••• 💚Em um estudo, o extrato de kiwi 🥝aumentou significativamente o número de evacuações, suavizou as fezes e melhorou os sintomas de distensão e dor abdominal. Em outro estudo, aumentou Faecalibacterium prausnitzii uma cepa (tipo de bactéria) reduzida em alterações intestinais como na Síndrome do Intestino Irritável.🤗 ••• 💚Os componentes envolvidos no efeito são as fibras insolúveis, oligossacarídeo não digeríveis que têm efeito prebiótico e a zyactinase, um complexo de pelo menos cinco enzimas, incluindo actinidina. Essas enzimas possuem efeito laxativo e ajudam na digestão da proteína. ••• 💚Assim, kiwi 🥝parece ser superior à outras frutas para a constipação intestinal. ••• 🔹Nota: actinidina do kiwi🥝 pode causar alergia em algumas pessoas😖 (2% da população). Nessas pessoas, o consumo do kiwi pode causar coceira e inflamação na boca e garganta🤭, entre outras reações. ••• Referências: Asia Pacific journal of clinical nutrition 27 (3), 564, 2018 Asia Pac J Clin Nutr, 2010. 19(4): p. 451-7. Asia Pac J Clin Nutr, 2002. 11(2): p. 164-8. Journal of Nutritional Science (2017), vol. 6, e52, page 1 of 10 World J Gastroenterol, 2007. 13(35): p. 4771-5.

A post shared by Ana Paula Pujol (@anapaulapujol) on

Receitas contra prisão de ventre