Síndrome do Intestino Irritável tem 4 subtipos: 10 sinais para identificar + como tratar

problema no intestino 0417 1400x800
chombosan/Shutterstock

SII é a sigla dada à doença gastrointestinal incurável que afeta principalmente pessoas de 20 a 30 anos de idade. A chamada Síndrome do Intestino Irritável provoca dores e mudanças intestinais que pioram com estresse ou outras mudanças emocionais.

O que é Síndrome do Intestino Irritável

O gastroenterologista Guilherme Andrade, do Centro de Gastroenterologia do Hospital 9 de Julho, explica que Síndrome do Intestino Irritável é uma desordem gastrointestinal que causa dor e/ou desconforto no abdômen e alteração do hábito intestinal, como constipação ou diarreia.

A doença era chamada antigamente de Síndrome do Cólon Irritável. Atualmente, há quem se refira à SII como Diarreia Funcional ou Constipação Funcional, mas o especialista ressalta que estes nomes são errados porque caracterizam doenças em que há apenas alteração do hábito intestinal, sem desconforto, que é uma das características principais da SII.

Subtipos de SII

mulher segurando molde do intestino 0417 1400x800
Ben Schonewille/Shutterstock

De acordo com a World Gastroenterology Organisation Practice Guidelines, a doença pode ser dividida em quatro subtipos:

SII com constipação: cuja manifestação principal é prisão de ventre e fezes endurecidas, presente em 25% das vezes.

SII com diarreia: em o que sintoma mais presente é intestino solto e fezes moles, que correspondem a 25% das idas ao banheiro.

SII do tipo misto: em que fezes moles e endurecidas se alternam, em um estado prisão de ventre e diarreia.

SII não-classificada ou inespecífica: qualquer quadro que não se encaixe nas demais descrições.

Causas

A SII tem causa multifatorial, ou seja, ela pode ser desencadeada por um fator ou pela associação de vários deles, descritos a seguir.  

cerebro e intestino 1216 1400x800
T. L. Furrer/shutterstock

Alterações do movimento intestinal

Distúrbios da movimentação intestinal provocados por hipersensibilidade neurológica ou muscular podem causar a Síndrome do Intestino Irritável.

Flora intestinal

O crescimento exagerado de bactérias no intestino delgado e outras alterações da flora intestinal podem estar relacionados ao surgimento da síndrome.

Emoções

Como o intestino é semelhante a um segundo cérebro, que possui seu próprio sistema nervoso, e seus movimentos são regulados pela serotonina, hormônio relacionado ao humor, problemas emocionais desencadeiam síndrome do Intestino Irritável. Entre esses causadores, estão estresse, ansiedade e depressão.

Sensibilidade a alimentos

Alergias, intolerâncias ou sensibilidade a alimentos específicos também podem resultar no acometimento.

Sintomas de Síndrome do Intestino Irritável

dor no intestino 0816 1400x800
CHAjAMP/Shutterstock
  • Dores e cólicas abdominais que surgem em crises e podem durar dias, mas passam e voltam com certa periodicidade
  • Alterações do hábito intestinal (prisão de ventre e/ou diarreia), que melhoram com evacuação ou eliminação de gases
  • Inchaço e aumento do abdômen, gases e/ou arrotos
  • Barulho e percepção da movimentação intestinal
  • Dor ao evacuação com urgência e sensação de evacuação incompleta
  • Piora dos sintomas acima citados com a ingestão de deteminados alimentos
  • Aparecimento de muco nas fezes
  • Náusea
  • Letargia
  • Dor ou desconforto nas costas e bexiga

Emagrecimento é sinal da síndrome?

O emagrecimento sem explicação não costuma surgir no quadro de SII, mas é característico de outras condições. Portanto, relate-o ao médico para que ele faça a investigação correta.

Por que incha?

Inchaço e endurecimento do abdômen são comuns e surgem em decorrência da produção e fermentação demasiada de gases.

Diagnóstico de Síndrome do Intestino Irritável

atendimento medico 1116 1400x800
Bacho/shutterstock

O gastroenterologista Guilherme Andrade explica que o diagnóstico é baseado na história clínica e exame físico.

A observação da presença de sintomas de alarme característicos de outras doenças também é importante para descobrir a real causa do problema, como emagrecimento não intencional, sangramento nas fezes, histórico familiar de câncer de cólon ou ovário, anemia, sintomas inflamatórios como febre, massa palpável na barriga ou reto e idade a partir dos 60 anos.

O diagnóstico se baseia em critérios criados em reuniões oficiais que reúnem especialistas do mundo todo, como os critérios de Roma, Manning e Kruis, todos descritos pelo Colégio Americano de Gastroenterologia. 

Síndrome do Intestino Irritável tem cura?

A síndrome não tem cura. Contudo, seus sintomas surgem em episódios, ou seja, o paciente passa períodos sem qualquer manifestação e outros com crises de duração variada. Além disso, o indômodo pode ser abrandado com os corretos cuidados.

Tratamento da Síndrome do Intestino Irritável

Remédios

suplemento remedio 0317 1400x800
RobsPhoto/Shutterstock

O tratamento medicamentosos para síndrome do Intestino Irritável tem como foco tentar controlar o principal fator que desencadeia as crises. Por exemplo, se for algum quadro de ordem psiquiátrica, pode-se fazer uso de antidepressivos e calmantes recomendados pelo médico especialista.

Porém, caso não seja identificada a origem do problema, indica-se analgésicos para controle da dor e desconforto.

Laxantes e remédios para prender o intestino também são receitados com o intuito de regular o hábito intestinal, assim como a ingestão de suplementos de fibras e probióticos em determinados casos.

Terapia e atividades relaxantes

terapia psicologa diva 0317 1400x800
lipik/shutterstock

Atividades físicas, especialmente as aeróbicas e relaxantes, psicoterapia, meditação, acupuntura, massagens e outras terapias que visam controlar o nervosismo também são úteis caso a doença seja consequência de problemas emocionais.

Dieta

alimentacao porcao calorias dieta 0217 1400x800
FotografiaBasica / iStock

    Alguns alimentos podem desencadear crises e piorar os sintomas de quem possui essa síndrome e, portanto, é preciso ter cautela quanto à alimentação.

    Segundo o especialista Guilherme Andrade, fazer dietas da moda é perigoso especialmente para quem possui SII e apenas um médico poderá indicar o regime mais adequado.

    FODMAPs

    Uma das mais comuns é a dieta FODMAPs para Síndrome do Intestino Irritável, cujo nome traduzido significa "Oligossacarídeos, monossacarídeos, dissacarídeos e poliois fermentáveis", que nada mais são que carboidratos de difícil absorção e rápida fermentação, características que pioram os desconfortos da SII. 

    A dieta começa com a exclusão dos alimentos ricos em FODMAP, como milho, couve, ervilha, aspargo, alho, biscoitos de centeio e trigo, feijão, leite, iogurte, pêssego, entre outros.

    Após algumas semanas, ocorre a reintrodução de alimentos, que é feita gradualmente a fim de identificar os gatilhos que levam às crises.

    Todo o processo é orientado por um nutricionista, nutrólogo ou gastroenterologista.

    O que não comer?

    fritura batata frita oleo 1216 1400x800
    MarianVejcik/istock

      O gastroenterologista Guilherme Andrade também explica que a relação com os alimentos desencadeantes é individual, ou seja, uma comida pode fazer mal para uma pessoa e não para outra. 

      Porém, há determinados alimentos que em geral não são bem aceitos pelos portadores de SII, como:

      • Chá mate, chá preto, café e coca-cola;
      • Leite e derivados;
      • Sucos de frutas industrializados, refrigerantes e álcool;
      • Bolos, chocolate, geleia e mel;
      • Margarina, manteiga e maionese;
      • Algumas frutas: melão, pêssego, ameixa, cereja, amora, abacate e nectarina;
      • Frutas secas;
      • Cereais como trigo e centeio;
      • Alho, cebola e alho-poró em excesso;
      • Beterraba, repolho, couve-de-Bruxelas, brócolis, alcachofra, cogumelos, aspargos e couve-flor;
      • Leguminosas como feijão, soja, ervilha e lentilha;
      • Alimentos gordurosos, fritos e embutidos;
      • Oleaginosas como nozes, abacate, coco e amendoim;
      • Derivados de açúcares presentes em alimentos industrializados, como sorbitol e manitol.

      O que comer

      vegetais batatas legumes 0217 1400x700
      demaerre / iStock

      Os alimentos que costumam ser bem tolerados pelos pacientes com Síndrome do Intestino Irritável são:

      • Chás claros como os de erva doce e camomila;
      • Água de coco, suco de frutas naturais coados, principalmente os de goiaba ou maçã;
      • Adoçante;
      • Geleia diet;
      • Frutas cozidas sem açúcar;
      • Frutas cruas: apenas banana, maçã e pera (sem casca);
      • Gelatina, sagu e tapioca;
      • Legumes cozidos ou refogados como batata, cenoura, chuchu, mandioquinha e abóbora;
      • Pão ou bolacha salgada, não integral, em quantidades medianas;
      • Carnes magras;
      • Clara de ovo;
      • Arroz, macarrão e aveia.

      Cuidados gerais com alimentação

      muher comendo salada 0417 1400x800
      nd3000/Shutterstock

      Algumas orientações gerais também podem ser seguidas por quem sofre com a SII, como:

      • Criar e manter um diário alimentar a fim de identificar a influência de cada alimento;
      • Evitar refeições com comida demais;
      • Fracionar alimentação, dividindo-a em 5 a 6 refeições por dia e em pequeno volume;
      • Procure alternar alimentos para evitar deficiências ou excessos de nutrientes;
      • Fazer refeições em ambientes calmos e sem pressa, mastigando bem;
      • Tomar ao menos dois litros de água por dia, pois ela ajuda no funcionamento do intestino;
      • Evitar alimentos fritos, gordurosos ou condimentados.

      Problemas gastrointestinais: leia mais