O que engorda mais: gin ou vodca? Saiba calorias e compare os drinks mais populares

gin 0219 1400x800
DisobeyArt/Shutterstock

Por trazer calorias vazias, sem qualquer nutriente benéfico para o corpo, o álcool é uma das primeiras coisas excluídas da alimentação de quem quer perder peso. Ainda assim, certas bebidas são conhecidas como mais “vantajosas” para quem está de dieta – é o caso, por exemplo, o gin, queridinho de quem quer emagrecer sem dispensar um drink ocasional.

Conhecida como uma bebida mais leve que outras do mesmo tipo, o gin chega, por vezes, a substituir até a vodca com energético nas festas – mas será que o gin engorda menos mesmo ou isso não passa de um mito? Veja uma comparação detalhada entre as duas e descubra qual das bebidas sai perdendo quando se fala em engordar.

engordar ganhar peso 0219 1400x800
Monkey Business Images/Shutterstock

Gin x vodca: valores calóricos

Ao optar pelo gin, a justificativa normalmente é a de que essa bebida tem menos calorias que outras, mas isso não é necessariamente verdade, já que, entre ele, a vodca, o saquê e o whisky, o valor calórico do gin pode ser maior. Conforme mostram rótulos de marcas populares – e considerando uma dose com cerca de 40 ml – enquanto as calorias da vodca costumam ficar em torno de 90, as do gin variam de 80 a 150.

Drinks famosos

Quando se fala somente em calorias, a vodca tem uma ligeira vantagem sobre o gin, mas é preciso lembrar que nem sempre essas bebidas são tomadas puras. Em drinks elaborados com essas duas bebidas, é comum haver também xaropes, licores, outras bebidas açucaradas – como refrigerantes e energéticos –, frutas e até o próprio açúcar.

Gin tônica x caipirinha de vodca

Considerado o drink mais popular feito com essa bebida, o gin tônica mistura o gin com água tônica e outros complementos que podem variar de ervas e especiarias até pedaços de frutas. Como a água tônica contém açúcar, ela soma mais calorias às do gin, e uma taça do drink acaba totalizando de 200 a 300 calorias – mas também é possível prepará-lo com a bebida zero, que resulta em um drink apenas com as calorias do álcool (de 80 a 150).

gin tonica caipirinha 0219 1400x800 1
Click and Photo/Shutterstock | T photography/Shutterstock

Com a caipirinha, porém, a história é outra. Embora a versão com vodca desse drink seja ligeiramente mais vantajosa que a preparada com cachaça, a mistura dela com frutas e uma bela dose de açúcar pode fazer com que um copo desse drink se torne uma bomba calórica de até 400 calorias – o equivalente a quase três pães franceses.

Gin tônica x vodca com energético (ou refrigerante)

Embora o gin vença a vodca quando se compara o gin tônica às caipirinhas, isso não significa que essa bebida é sempre a mais vantajosa quando se fala em drinks. Isso porque, ao contrário do que muitos pensam, o energético e o refrigerante não são mais calóricos do que a água tônica.

Assim, enquanto uma porção de gin tônica por ter de 200 até 300 calorias, a de vodca com energético ou refrigerante fica em torno das 200.

gin tonica vodca energetico 0219 1400x800 1 1
Oksana Mizina/Shutterstock | Azazello photo studio/Shutterstock

Como isso varia de uma marca para outra, é sempre interessante checar o rótulo antes de fazer a sua escolha.

Além disso, assim como o drink com gin pode ter seu valor calórico reduzido se feito com água tônica zero, o mesmo ocorre com vodca e energético ou refrigerante sem açúcar. E, como a vodca pura tem menos calorias que o gin, a mistura entre ela e gaseificados sem açúcar é ligeiramente menos calórica que o gin tônica.

Quem ganha?

Além de ser menos calórica que o gin na versão pura, a vodca também vence a primeira bebida quando se fala em possibilidades de drinks com um menor valor energético, mas há um fator que, para algumas pessoas, pode torná-las equivalentes (e bem calóricas).

O teor alcoólico de uma bebida indica a porcentagem de álcool que há nela e, quanto mais álcool, mais calorias próprias do etanol essa bebida tem. Por outro lado, porém, bebidas com um maior teor alcoólico costumam ser mais “fortes”, e, portanto, acabam sendo consumidas em menor quantidade.

drinks 0219 1400x800
IvanZivkovic/Shutterstock

Enquanto o teor alcoólico do gin vai de 40% a 50%, o da vodca fica em torno de 40% e, sendo assim, apesar de ser menos calórica, há mais chances de ela ser consumida em maiores quantidades – e isso faz com que os valores energéticos acabem equiparados.

No fim, todas as bebidas alcoólicas trazem, além de possíveis danos à saúde, acúmulo de gordura pelo corpo e, quando consumidas de maneira desenfreada, qualquer opção é um perigo para a dieta. Nesse caso, além do consumo moderado, é uma boa ideia sempre consultar o rótulo da bebida para entender melhor quanto dela é “liberado” quando se está restringindo as calorias diárias.

Bebidas alcoólicas e a dieta