explore

Jovem que escalou parede de hospital para ver mãe diz: "Único lugar era aquela janela"

Jihad Al-Suwaiti se tornou conhecido no mundo todo após escalar a parede de um hospital para acompanhar a mãe em seus últimos dias após ela, que já tinha câncer, contrair a Covid-19.

Em entrevista à Palestine TV, como descreve reportagem do G1, Jihad Al-Suwaiti afirmou que, se tivesse a possibilidade, daria sua vida e alma para a mãe viver por mais tempo. "Cuidem dos velhos para não sentir a amargura que senti."

Separados pelo risco de contaminação

Devido ao alto risco de contaminação, pacientes com Covid-19 estão tendo de ficar separados dos familiares.

"Nunca imaginei viver essa situação, perder minha mãe assim. Não desejo isso para ninguém. Senti que o mundo se fechou à minha frente", disse o jovem.

Longe da mãe, Rasmi Suwaiti, de 73 anos, o filho foi atrás da única forma possível de ficar a seu lado nesse momento tão difícil. "O único lugar para acompanhar era aquela janela. Como cheguei lá? Sinceramente, não sei."

Pandemia