Criança abandona cãozinho em abrigo para protegê-lo do pai e carta tocante viraliza

A história do garotinho Andrés, de apenas 12 anos e de seu cãozinho é de emocionar qualquer um. Na intuição de proteger seu bichinho de estimação dos maus tratos do pai, o menino "abandonou" o cachorro em frente a um abrigo e deixou uma carta tocante.

Menino "abandona" cachorro para protegê-lo de maus tratos

O abrigo de animais Xollin, no México, recebeu um cachorro que mexeu com o coração dos funcionários: um filhote dentro de uma caixa com um bichinho de pelúcia e uma carta, que explicava o motivo do abandono.

O dono do cachorro é Andrés, que num ato de desespero, deixou seu bichinho na porta do abrigo para evitar que ele fosse vendido e protegê-lo dos maus tratos que seu pai cometia com ele.

Na comovente carta, ele explicou os motivos de ter se separado de seu cãozinho e pediu que os funcionários do abrigo protegessem o animal.

"Meu nome é Andrés e tenho 12 anos. Entre minha mãe e eu, decidimos deixá-lo em suas mãos escondidos do meu pai que planejava vendê-lo. Ele o maltrata, chuta. Uma vez ele deu chute tão feio que machucou seu rabo", escreveu o menino, que para finalizar, contou o motivo de ter deixado o bichinho de pelúcia na caixa: "Deixo o ursinho para que ele nunca me esqueça".

Nas redes sociais, o abrigo divulgou as fotos do cãozinho e garantiu que vai cuidar do animal:

"Deixaram esse cachorro fora do abrigo, dentro de uma caixa, com uma carta e um bicho de pelúcia.

A carta foi escrita por um menino: onde ele explicou que seu pai maltratava o filhote e ia vendê-lo. Com todo esse fardo de desespero, ele nos deixou o cãozinho para ser salvo.

Temos que levá-lo ao médico para verificar a cauda, pois ela parece fraturada, desparasitá-lo e checar suas condições de saúde. Mais despesas para nós e mais trabalho - mas felizmente ele está seguro".

Defesa de animais