Regente de 2020 será o Sol: isso significa que é o ano para você se dar mais valor

sol ceu estrela 1119 1400x800
Edmund O'Connor/ShutterStock

Com o adeus a 2019, chega a hora de saber o que os astros reservam para o próximo ano. Tendo o Sol como o regente de 2020, os 365 dias prometem uma energia astrológica voltada a si próprio, à busca e valorização da nossa singularidade.

O que isso significa? O VIX conversou com a astróloga Virginia Gaia para entender melhor como a regência do Sol vai nos impactar em 2020.

Regente de 2020

estrada 2020 ano 1119 1400x800
ATK WORK/ShutterStock

A astrologia caldaica, segundo Virginia, entende que a nossa vida segue grandes ciclos de 36 anos regidos por astros como o Sol, a Lua e os planetas Mercúrio, Vênus, Marte, Júpiter e Saturno.

Desde 2017, estamos vivendo sob o ciclo de 36 anos de Saturno, o que propicia uma energia favorável a planos e crescimento a longo prazo, pede uma dose de prudência e cautela na vida e traz um humor mais sério. É uma era de construção, em que precisamos dar um passo de cada vez.

Dentro de cada grande ciclo de 36 anos, existe a regência de cada ano. Por exemplo, dentro do ciclo de Saturno, tivemos a regência de Júpiter em 2018, que nos trouxe crescimento pessoal; em 2019, Marte foi o regente, um planeta que favoreceu muitas brigas. Agora, em 2020, o Sol é o elemento da vez.

2020, o ano do Sol: o que significa?

sol marte calor 0317 1400x800 0
solarseven/istock

A combinação do Sol como regente de 2020 dentro do ciclo de Saturno despertará em todos uma vontade de “honrar a nós mesmos” e de exercitar a individualidade.

"Nessa era de construção inciada no ciclo de 36 anos, a ideia é de dar um passo de cada vez. Com o Sol regendo 2020, ainda é o momento de construir coisas, mas é importante honrar a sua essência, a sua identidade, singularidade, seus talentos pessoais, ainda que estejamos construindo as coisas de um modo saturnino, ou seja, com cautela."

Sobre a influência do Sol como regente, a astróloga complementa: “Ao chegar ao ano regido pelo Sol, saímos de uma fase de brigas [2019, o ano de Marte] e vamos encontrar o nosso lugar no mundo. Vamos perceber que temos um propósito para as coisas e vamos buscar, inclusive, inspiração. O Sol fala de brilho, liderança. É o astro que ‘aparece’”.

Talentos pessoais

mulherfonenotrabalho shutter 0518
fizkes/Shutterstock

O Sol está relacionado, ainda, ao campo da fertilidade, e isso afeta a vida profissional. Como? Aflorando os talentos pessoais de cada um.

A regência do Sol nos fará questionar a vida no trabalho, no sentido de buscar um sentido na produção laboral que não seja apenas a de obtenção de riquezas.

“É a ideia de que deve existir um propósito. Não basta apenas produzir e fazer dinheiro. Devemos colocar um talento pessoal ali. Também há a busca por destaque, por reconhecimento”, diz Virginia.

A astróloga também fala que 2020 é um ano frutífero para quem busca novos investimentos. “Mas vale lembrar que o dinheiro vem de uma boa aplicação de seus propósitos, assim como talentos pessoais”, pontua.

Valorização nos relacionamentos

casal negro feliz 0918 1400x800
g-stockstudio/shutterstock

Quanto ao amor, a individualidade estará em voga também. A regência do astro-rei não deixará de fazer com que a necessidade de se vivenciar relacionamentos existam, mas há condições para que eles aconteçam.

“Essas relações devem existir com alguém que respeite o meu jeito de ser, a minha forma espontânea de estar no mundo.”

Impactos são gerais

astrologia signos 1019 1400x800
Sunflowerr/Shutterstock

Para quem procura saber como a regência do Sol impacta no plano individual, Virginia explica que falar de um astro que rege o ano é falar sobre um "grande tema do ano inserido dentro de outro grande tema de 36 anos".

Desse modo, a energia propiciada pela regência do Sol no ciclo de Saturno em 2020 é algo coletivo e não há signos mais ou menos favorecidos. Nem mesmo Leão, o signo que é regido pelo Sol.

Energia de 2020