pop

Atriz fala sobre desafio de dividir papel com a filha em "Gênesis": "Presente da vida"

maresca fase adulta genesis 0621 1400x800
Blad Meneghel/Vinicius Muhammad/Edu Moraes/Record TV

Maior supernovela da Record até agora, "Gênesis" conta, até o fim, com mais de 250 atores. No meio de tantos, uma dupla de mãe e filha, que dividiram o papel da Maresca, acabou se destacando entre o público que acompanha a novela.

Thais Müller, responsável pela versão mais jovem, passou o desafio para a mãe, Marcella Muniz, que assumiu a fase mais madura da personagem. Em entrevista ao VIX, a atriz contou que ter tido um desafio enorme: "Precisei ficar atenta aos detalhes".

Marcella Muniz fala sobre assumir papel da filha em "Gênesis"

Thais não tinha ideia de que seria sua mãe que assumiria o papel de Maresca quando começou a gravar "Gênesis". Com o avanço da trama, cheia de saltos no tempo, Marcella foi convidada para continuar dando vida para a personagem.

Atriz consolidada e com uma parceria com a Record desde 2013, Marcella recebeu a notícia como um presente. "O convite para esse trabalho aconteceu quando estava acabando de gravar 'Amor sem igual'. Impossível não gostar da ideia de dividir um papel com sua filha. Esses presentes da vida que ganhamos na carreira".

Apesar de sua experiência em produções bíblicas da emissora, incluindo "Jesus" (2018), Marcella teve um desafio ao pegar o bonde andando em "Gênesis", mas no final tudo valeu a pena. "Essa fase de Abraão já estava sendo gravada há uma ano, com equipe e elenco totalmente afinados, na maior sintonia".

"Eles passaram muita coisa juntos, por conta da pandemia, então se uniram muito. Eu entrei depois, para fechar a fase. É a maior responsabilidade. Mas foi uma experiência muito bacana". Com o fim das gravações se aproximando, Marcella garante que o sentimento nos bastidores já é um só: saudades.

O apoio de Thais foi fundamental para o sucesso da Maresca atual. Orgulhosa de passar o papel para a mãe, a atriz participou ativamente da preparação, quando Marcella teve que realizar alguns procedimentos para ficar ainda mais parecida com a filha: "Aqueles olhos verdes que ela tem, nenhuma lente chega perto".

"Eu e Tata tivemos oportunidade de nos ver gravando e isso ajudou muito. Ter sua filha ali no set com você é muito bacana e nossa troca foi algo especial. Curiosidade mesmo é eu ter que me espelhar no trabalho que ela fez de composição pra seguir a personagem na fase adulta. Precisei ficar atenta aos detalhes que ela criou sozinha", relembrou Marcella. Um deles foi a risada de Maresca.

Questionada sobre a sensação de se ver no lugar da filha, Marcella entrega: "A melhor, mas tenho críticas, é claro. Acho que ela fez uma Maresca tão redondinha que foi difícil chegar perto dessa composição, por mais que nos pareçamos, a composição requer um trabalho. Mas tenho muito orgulho".

Marcella acompanha cada passo da filha desde sempre e até arrisca dizer que o dom já veio no berço: "Acho ela incrível! Ela sempre me surpreende e me ensina algo. Acho que Tata já nasceu atriz". A atriz afirma ainda considerar a filha como um pedacinho dela: "Somos bem parecidas. Minha mini me".

O papel em "Gênesis" foi a primeira vez que as duas dividiram um projeto na TV. Antes disso, já tinham trabalhado juntas no teatro e, futuramente, poderão ser vistas no filme "O meu é meu o seu é nosso", do Guga Sabatiê, previsto para estrear somente em 2022. "O longa ainda conta com meu filho Thiago Muller fazendo a trilha", comemora Marcella.

"Gênesis" na Record