pop

Após críticas, Globonews traz jornalistas negros para debate em edição histórica

As manifestações antirracismo têm jogado luz não só na violência contra pessoas negras, mas também no preconceito velado que se reflete, por exemplo, na falta de representatividade. Um exemplo ficou claro em edição da Globonews: o programa “Em Pauta” trouxe o assunto para debate - e não havia um comentarista negro sequer.

O cenário não passou despercebido nas redes sociais e imagem do programa com um time de jornalistas brancos viralizou com uma frase de poucas palavras, mas que passou o mensagem. “Rapaziada… A pauta é racismo”.

O canal entendeu o recado: o jornalista Marcelo Gomes abriu a edição de ontem (3) com uma retratação e convidou jornalistas negros da Globo e Globonews para debater o assunto. “Por razões históricas e estruturais, os colegas negros ainda não são tantos quanto o desejado”, disse o apresentador, reforçando que a Globo apoia a diversidade nas contratações.

Assim, em edição histórica, Heraldo Pereira assumiu o comando do jornal e recebeu um time de comentaristas formado por Maju Coutinho, Aline Midlej, Lilian Ribeiro, Flávia Oliveira e Zileide Silva. Heraldo abriu a edição relembrando o assassinato de George Floyd por um policial branco nos EUA, que deu início à onda de manifestações.

Assista à edição do "Em Pauta" na página do G1.

Reações

Nas redes sociais, os internautas elogiaram a iniciativa do canal, que também anunciou Flávia e Zileide como as novas integrantes fixas do “Em Pauta”, ressaltando outro fator importante no combate ao racismo. É imprescindível que a mídia seja diversa sempre, com profissionais negros assumindo diferentes cargos e sendo representados em diversos assuntos - não só quando a pauta é racismo.

Veja os melhores comentários:

Combate ao racismo