pop

"Novo Mundo" mudou fim trágico de Leopoldina: como foi a morte da imperatriz

leopoldina dom pedro novo mundo 0520 1400x800
João Miguel Júnior/Globo

Apesar de se inspirar em vários acontecimentos reais da história do Brasil para criar a trama de “Novo Mundo”, os autores da novela deram à Imperatriz Maria Leopoldina um final bem diferente do desfecho que a esposa de Dom Pedro I encontrou na vida real. Diferente da personagem de Leticia Colin, a verdadeira Leopoldina teve um fim trágico.

No final novela, o personagem de Caio Castro é coroado, a princesa austríaca se torna imperatriz e os dois têm um final feliz e romântico. Os documentos históricos, no entanto, têm informações bem diferentes: Leopoldina faleceu bem jovem, aos 29 anos, e as causas divergem.

leticia colin leopoldina novo mundo 0517 1400x800
João Miguel Júnior/Globo

Morte de Leopoldina

Segundo historiadores, Leopoldina pode ter morrido por consequência de uma infecção severa após o parto. No entanto, há muitos relatos de que ela teria sido sofrido violência doméstica e tenha sido vítima fatal de agressões de Dom Pedro.

Além disso, seus últimos meses de vida foram muito sofridos: documentos dão conta de que Leopoldina, que estava grávida, vinha sofrendo de depressão profunda, que a definhou física e emocionalmente. O principal motivo seria o próprio marido.

domitila pedro novo mundo 0617 1400x800
Raquel Cunha/Globo

Domitila e Leopoldina

Na época da morte de Leopoldina, Dom Pedro ainda estava envolvido com a amante, Domitila de Castro, a quem havia nomeado dama de companhia da esposa. Inclusive, boatos correram de que a imperatriz estava sendo envenenada por seu médico, a mando de Domitila.

Em carta enviada à irmã poucos dias antes de sua morte, a imperatriz relatou a tristeza no casamento. “Por amor de um monstro sedutor me vejo reduzida ao estado da maior escravidão e totalmente esquecida pelo meu adorado Pedro. Ultimamente, acabou de dar-me a última prova de seu total esquecimento a meu respeito, maltratando-me na presença daquela mesma que é a causa de todas as minhas desgraças”, escreveu.

novo mundo leopoldina sofrimento 0520 1400x800
Reprodução/Globoplay

A morte de Leopoldina foi registrada em 11 de dezembro de 1826 e o comunicado oficial relata convulsões, febre alta e delírios. Considerada uma das grandes articuladoras da independência do Brasil, a imperatriz era muito popular entre o povo e sua morte foi bastante lamentada.

Tudo sobre "Novo Mundo"