Inconformado, Marcos Mion desabafa sobre caso de racismo em "A Fazenda": "É crime"

a fazenda marcos mion sabrina paiva 119 1400x800
Reprodução/PlayPlus

Marcos Mion quebrou o silêncio e decidiu se pronunciar sobre o comentário racista feito contra Sabrina Paiva em "A Fazenda", que resultou na demissão de um dos funcionários envolvido na produção.

O caso ganhou força depois que a participante da 11ª temporada relatou ter escutado a ofensa e, mediante análise da Record TV, foram tomadas as devidas providências nesta quarta-feira (6).

Marcos Mion desaba sobre racismo em "A Fazenda"

a fazenda 11 marcos mion 119 1400x800
Reprodução/PlayPlus

Após a divulgação do comunicado oficial da Record, que informou que identificou o agressor e desligou o funcionário imediatamente, Mion decidiu falar sobe o caso através do stories do seu perfil oficial no Instagram.

Pouco antes do programa entrar no ar, Sabrina relatou ter escutado alguém da produção dizer "Macaca, senta aí logo", mas Mion ainda não tinha conhecimento do caso, já que precisou organizar os peões para a prova do fazendeiro.

Assista ao vídeo do momento:

"Eu tinha que esperar a Record fazer o comunicado oficial, mas estava pensando aqui e senti vontade de falar um pouco, mais uma vez, como pessoa, como ser humano", explicou Mion, que elogiou a decisão da emissora.

Mion também chegou a afirmar que, depois de assistir ao vídeo, se sentiu envergonhado com a atitude do operador de câmera. "Eu fui embora com raiva, senti uma vergonha. Foi um caso.... Lamentável não é nem a palavra".

a fazenda 11 sabrina 1119 1400x800 2
Reprodução/PlayPlus

"Hoje em dia, em 2019, é mais do que lamentável. É triste, é desumano, é crime", acrescentou o apresentador, que torce para que Sabrina tome as medidas cabíveis e entre com um processo contra o agressor. "Eu espero que ele pague".

"Torço para que a Sabrina leve isso adiante, tenha coragem. Já vi que a família dela aqui fora está preparada. Torço para que sigam adiante de fato, porque uma coisa dessas é inaceitável, não sei como uma pessoa consegue tratar outra assim".

Diretamente do Twitter, onde os telespectadores cobravam um posicionamento do apresentador, Mion reforçou que Sabrina poderá contar com o apoio da Record em cada etapa do processo e que a função da televisão também é educar.

"Televisão tem como obrigação educar e informar, além de entreter. Então que sirva pra mostrar pra milhares de pessoas que sofrem racismo que é crime sim e que elas podem tomar atitudes legais a respeito. Em 2019 esse tipo de postura é INACEITÁVEL e tem que ser combatida".

Pouco antes de abrir o programa desta quarta-feira (6), Mion entrou ao vivo para falar com o público. "A Record TV repudia essa atitude e qualquer tipo de preconceito. A gente lamenta a todos que se sentiram ofendidos com essa atitude lamentável".

Assista ao comunicado que foi ao ar em "A Fazenda":

Comunicado da Record TV

Em comunicado enviado à imprensa, a emissora afirma que, logo após o final do programa, a produtora Teleimage, parceira da Record, identificou o ofensor, que teve seu contrato interrompido.

"A Record TV informa que ontem, 05/11, durante o reality A Fazenda, ao vivo, um operador de câmera, posicionado atrás de um dos espelhos da sala, fez um comentário racista a respeito da participante Sabrina Paiva.

Imediatamente ao fim do programa, a produtora Teleimage (que presta serviços à Record TV e é a contratante do operador de câmera), identificou o ofensor. Ele foi repreendido e teve seu contrato de trabalho rompido sumariamente.

A Record TV repudia veementemente esta atitude e qualquer tipo de preconceito. Como se trata de ofensa racial, será informado à participante Sabrina Paiva que a ela será dado o direito de fazer a representação legal ao ofensor, se assim quiser e no momento que desejar.

A Record TV e a produtora Teleimage lamentam o fato e não admitem que algo dessa natureza aconteça em suas produções".

Polêmicas em "A Fazenda 11"