pop

9 programas de TV que marcaram os anos 80: de qual você mais sente falta?

xou da xuxa 1019
Cultura Pop Brasil/YouTube

Quem não se lembra com saudade de Fofão, Chacrinha, Mussum e Zacarias? Quantas noites você não ficou acordado para ver TV Pirata e não entendeu a piada da esquete? E do elenco mais antigo do "Sítio do Pica Pau Amarelo", você lembra? A seguir, recorde 9 programas que eram a sensação da TV dos 1980. Veja qual você sente mais falta?

Programas inesquecíveis dos anos 80

1. “Chacrinha” Em 1982, o personagem de José Abelardo Barbosa Medeiros, o apresentador de auditório Chacrinha, retornou à Globo numa fusão de seus dois programas anteriores “Discoteca do Chacrinha” e “Buzina do Chacrinha”. O “Cassino do Chacrinha”, que também promovia concursos e shows de calouros, fez grande sucesso nas tardes de sábado.

2. “Xou da Xuxa” No início dos anos 1980, Xuxa foi convidada pelo diretor Maurício Sherman para apresentar o “Clube da Criança”, na extinta Rede Manchete. Neste período, trabalhava como modelo durante a semana, em Nova York, e gravava o programa aos fins de semana. Em 1986, a apresentadora estreava o “Xou da Xuxa”, seu programa diário exibido de segunda a sábado nas manhãs da emissora TV Globo.

3. “TV Pirata” O humorístico brasileiro foi transmitido pela Rede Globo entre 1988 e 1990. O enredo tinha com base o nonsense e a sátira, executado por uma equipe que incluía Pedro Cardoso, Luís Fernando Veríssimo, os quadrinistas Laerte e Glauco, e integrantes do Planeta Diário e da Casseta Popular, que se reuniram no posterior “Casseta & Planeta”.

4. “Os Trapalhões” O grupo estrelado pelos personagens cômicos Didi, Dedé, Mussum e Zacarias já existia desde meados dos 1960 com filmes gravados desde o final dos anos 1970. Porém, foi na década de 1980 que o programa chegou ao seu auge, ganhou mais espaço na grade da TV e um auditório para que a plateia estivesse presente nas gravações das esquetes que eram encenadas como se fosse um programa ao vivo.

5. “Armação Ilimitada” O seriado, que foi ao ar entre 1985 e 1988, se concentrava nos amigos Juba (Kadu Moliterno) e Lula (André de Biase), que comandavam a empresa Armação Ilimitada, cujos serviços iam desde competições esportivas até dublês de filmes de ação. Ao lado da excêntrica Zelda (Andréa Beltrão), os jovens formavam um triângulo amoroso divertido e cheio de confusão.

6. “Angélica” No ar como apresentadora desde os 12 anos de idade, Angélica começou sua carreira na extinta Rede Manchete, e depois foi para o SBT até chegar na TV Globo nos anos 1990. Responsável por lançar no palco diversos artistas que hoje são famosos como seus assistentes, a loira tinha um programa de gincanas e atrações musicais até os anos 1980.

angelica inicio carreira 0417 1400x800
memoria globo

7. “Topo Gigio” O Topo Gigio é um personagem de um programa infantil, criado na Itália, em 1958 por Maria Perego, que voltou à TV brasileira na Rede Bandeirantes, em 1983 com o programa "Boa Noite Amiguinhos" e novamente em 1987.

8. “Balão Mágico” O programa era apresentado por Simony, Fofão (Orival Pessini), e Cascatinha, e logo ganhou novos integrantes: Tob (Vimerson Cavanillas), Mike (Michael Biggs), Jairzinho (Jair Oliveira), Luciana, Marcelinho (Marcelo Rocha) e Ricardinho. Exibido diariamente pelas manhãs, “Balão Mágico” foi responsável pela apresentação de boa parte dos desenhos animados da década de 1980 até ser substituído pelo “Xou da Xuxa”.

sitio do picapua amarelo antigo 0817 1400x800
Globo/Divulgação

9. Sítio do Pica Pau Amarelo Diversas vezes adaptada para TV, a obra de Monteiro Lobato que mais fez sucesso na televisão foi “O Sítio do Picapau Amarelo” que ficou no ar de 1977 a 1986. Mesmo que o elenco tenha sido trocado algumas vezes, principalmente o infantil, todo enredo da série era formado por temas essencialmente brasileiros com ênfase para personagens lúdicos da mitologia e do folclore nacional.

Relembre outros programas de TV