explore

O que é Clubhouse? Nova rede social já surgiu causando polêmicas

clubhouse app 0221 1400x800
Boumen Japet/shutterstock

Uma rede social baseada em troca de áudios e que precisa de convite para entrar: o Clubhouse tem despertado o interesse de muita gente e as buscas no Google pelo aplicativo dispararam mais de 500% nos últimos dias. Mas, afinal, o que é o Clubhouse?

Clubhouse: rede social só permite conversa de áudio

Diferentemente das outras redes sociais, o Clubhouse é voltado somente para troca de mensagens de áudio. Não há fotos, textos ou vídeos, a não ser as imagens do perfil de cada usuário.

clubhouse icone 0221 1400x800
Camilo Concha/shutterstock

O aplicativo de conversas por voz, portanto, não permite "curtidas" ou oferece possibilidade de compartilhar o conteúdo.

Como funciona o Clubhouse?

O Clubhouse conta com diversas salas de bate-papo com duração pré-determinada e os ambientes normalmente são definidos por temas específicos. É possível, porém, criar salas livres para conversar com amigos sobre vários assuntos.

clubhouse rede social 0221 1400x800
Yalcin Sonat/shutterstock

Nas salas de chat do Clubhouse os usuários podem participar ativamente da conversar ou apenas permanecer como ouvintes. O limite para ouvintes simultâneos em cada ambiente é de 5 mil pessoas e quem determina as regras é o moderador.

O app não armazena as conversas e não há opção para gravação de conteúdo dentro da plataforma.

Como entrar no Clubhouse

A ideia de “exclusividade” é um dos fatores que mais causa interesse e curiosidade pela rede social. Sim, é preciso ter um convite para entrar no Clubhouse.

clubhouse mensagem voz 0221 1400x800
Boumen Japet/shutterstock

Quem quiser se cadastrar no Clubhouse precisa baixar o aplicativo, se registrar em uma fila na App Store e esperar ser convidado por um dos membros da rede social que também esteja em sua lista de contatos do celular.

Caso algum amigo seu já esteja na plataforma, ele consegue permitir sua entrada na rede. Mas vale ressaltar que cada membro tem direito a fazer apenas dois convites.

clubhouse fones app 0221 1400x800
pcruciatti/shutterstock

Atualmente, o Clubhouse está disponível apenas para dispositivos iOS (iPhone), mas os criadores afirmam que já estão desenvolvendo uma versão para Android.

Clubhouse já é alvo de polêmica

O Clubhouse foi desenvolvido por Rohan Seth, ex-funcionário do Google, e por Paul Davidson, empresário do Vale do Silício. Apesar de ter sido lançado em março de 2020, o interesse pelo aplicativo cresceu apenas no início desse ano.

clubhouse close 0221 1400x800
JLStock/shutterstock

As buscas pelo app se intensificaram depois que Elon Musk, CEO da empresa Tesla e homem mais rico do mundo, fez um evento online na plataforma. Oprah Winfrey, Ashton Kutcher e Mark Zukemberg, criador do Facebook, são algumas presenças ilustres na rede social.

clubhouse tela celular 0221 1400x800
Koshiro K/shutterstock

De acordo com os criadores do Clubhouse, a plataforma foi pensada para ser um novo tipo de rede social baseada em voz, permitindo que pessoas em todos os lugares falem, contem histórias, desenvolvam ideias e criem amizades ao redor do mundo.

O Clubhouse foi lançado há menos de um ano, mas já é alvo de polêmica na China. Como os áudios dos bate-papo não são ficam registrados, os usuários chineses viram na plataforma uma ferramenta de livre comunicação.

clubhouse notebook 0221 1400x800
Tada Images/shutterstock

Na China, as autoridades controlam rigidamente tudo o que é publicado na internet. As visualizações de postagens sobre determinados assuntos são limitadas e muitos conteúdos são censurados.

Recentemente, usuários chineses no Clubhouse relataram um suposto bloqueio da rede social no país, segundo informações da rede BBC. Os representantes do aplicativo ainda não se pronunciaram oficialmente sobre o possível desligamento ou sobre o futuro da plataforma na China.

Redes sociais