explore

Redes sociais podem causar tristeza, mas dá para reverter sensação: estudo indica atitude

mulher triste celular 1020 1400x800
GaudiLab/Shutterstock

Apesar de serem ótimas ferramentas para trazer informações e aproximar pessoas, as redes sociais podem ter impactos negativos e afetar a saúde emocional dos usuários.

depressao celular redes sociais 0819 1400x800
eldar nurkovic/Shutterstock

Um recente estudo realizado pela Universidade de British Columbia em Okanagan, no Canadá, mostrou como Facebook, Twitter e Instagram são capazes até de causar tristeza e angústia, especialmente se substituem a interação pessoal.

Como as redes sociais afetam a saúde emocional

Publicada no Journal of Happiness Studies, a pesquisa reduziu o uso das redes sociais a quatro componentes principais: acompanhar feeds, enviar mensagens, postar atualizações e ler notícias. A ideia inicial era avaliar como as pessoas usavam as plataformas.

redes sociais curtida facebook 0118 1400x800
Julia Tim/shutterstock

Os dados mostraram que verificar o feed principal das redes era, de longe, a atividade mais comum, com muitos usuários nem se preocupando em postar ou enviar mensagens.

O estudo descobriu que quanto mais as pessoas usavam qualquer uma dessas plataformas, pior elas se sentiam depois. Segundo os pesquisadores, o motivo da insatisfação pessoal é resultado do que eles chamaram de contato passivo.

autoestima redes sociais celular 0519 1400x800
pathdoc/Shutterstock

As pessoas olham com admiração para a vida de outras pessoas e se sentem insatisfeitas com a sua própria, como uma versão atualizada e digital do clássico ditado “a grama do vizinho é sempre mais verde”, explica Derrick Wirtz, um dos autores do trabalho científico.

luz tela celular escuro 0420 1400x800
ShotPrime Studio/Shutterstock

"Ver fotos e atualizações que retratam os outros de forma seletiva pode levar os usuários das redes sociais a subestimar o quanto os outros realmente vivenciam emoções negativas e levar as pessoas a concluir que sua própria vida - com sua mistura de sentimentos positivos e negativos - é, em comparação, supostamente inferior”, disse o estudioso.

Como evitar o impacto negativo das redes sociais

A pesquisa ainda joga luz sobre um possível caminho para tentar evitar o impacto negativo das plataformas digitais na saúde emocional. A solução poderia ser restaurar justamente o aspecto “social” das redes sociais.

homem celular 1020 1400x800
Vectorium/Shutterstock

"Interações sociais tradicionais e fora da internet exerceram o efeito oposto (benéfico) sobre a felicidade, aumentando as emoções positivas e diminuindo as negativas", aponta o estudo.

As chamadas “interações offline” geralmente não são tão passivas quanto as de um feed de rede social.

celular 1400x800 0620
Soloviova Liudmyla/Shutetrstock

Além disso, ser ativo pode ser a chave para o uso saudável das redes sociais. Ao postar e interagir diretamente com outras pessoas, em vez de tratar as plataformas como simples feeds estáticos, você pode experimentar alguns dos benefícios da interação pessoal.

tipos celulares diferentes 0819 1400x800
DisobeyArt/Shutterstock

Se as pessoas formarem e mantiverem conexões diretas, diz o Dr. Wirtz, “o impacto negativo do uso das redes sociais pode ser reduzido e as plataformas podem até ter o potencial de melhorar nosso bem-estar e felicidade”.

Redes sociais