explore

Facebook lança ferramenta que permite saber quem divulga seus dados na internet

facebook lupa localizacao 0617 1400x800
Pixinoo/shutterstock

O Facebook anunciou uma nova ferramenta que permite saber quais aplicativos e sites enviam informações sobre as atividades suas para a rede de Mark Zuckerberg. Também será possível limpar esses dados da conta para que as empresas não possam mais utilizá-los.

Como funciona a ferramenta que permite saber quem lê seus dados

Quando uma pessoa procura uma blusa para comprar pela internet, por exemplo, é comum que ela veja um anúncio sobre esse mesmo item no seu Facebook.

Isso acontece porque o site envia informações à rede social dizendo que alguém em determinado dispositivo (celular, computador, tablet) pode estar interessado em comprar a peça de roupa.

celular facebook login 0918 1400x686
sitthiphong/Shutterstock

Caso o dispositivo corresponda à conta de algum usuário do Facebook, eles podem te mostrar anúncios específicos sobre o que a pessoa estava pesquisando.

O novo recurso, que se chama Off-Facebook Activity (Atividade Fora do Facebook), vai permitir que você veja quem está mandando esses alertas para a rede social, e também que você opte por não compartilhar mais essas informações.

facebook 1400x874 0819
Divulgação

Por enquanto, a ferramenta está disponível apenas na Coreia do Sul, Espanha e Irlanda e deve passar a ser oferecida a outros países gradualmente.

Por que o Facebook está fazendo isso

A ferramenta faz parte dos esforços da empresa para assegurar a privacidade de seus usuários, já que a companhia norte-americana se envolveu em diversos escândalos sobre o gerenciamento de dados das contas.

facebook lupa rede social 0718 1400x965
Gil C/Shutterstock

“Se você limpar sua atividade fora do Facebook, removeremos suas informações de identificação dos dados que os apps e websites optaram por nos enviar. Não saberemos quais sites você visitou ou o que você fez lá, e não usaremos nenhum dos dados que você desconectou para enviar anúncios para você no Facebook, no Instagram ou no Messenger. Esperamos que isso possa ter algum impacto em nossos negócios, mas acreditamos que dar às pessoas controle sobre seus dados é mais importante”, disse o comunicado da companhia.

Mais sobre o Facebook