explore

Celular no avião: pode ou não pode?

mulher celular aviao 2010 1400x800
Andrey Yurlov/shutterstock

Dez, doze, quinze horas de voo parecem uma eternidade para ficar sem usar o celular. Muitos se arriscam e – admitam, vai! - ligam o aparelho escondidos para, pelo menos, tirar uma foto. Mas sempre fica uma pulga atrás da orelha: “será que se eu ligar o celular o avião vai cair por culpa minha?”. 

O fato é que, por causa da emissão das ondas eletromagnéticas, acreditava-se, tempos atrás, que os celulares podiam causar interferência no equipamento de um avião. Em meados de 2008, Jefferson Lucena, gerente de manutenção aeronáutica da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), chegou a dizer que uma imprecisão dessas poderia “comprometer o pouso e até mesmo tirar o avião da pista”.

Mas Jefferson se baseou em uma hipótese: afinal, não havia registros de que o uso de um celular tivesse derrubado um avião.

Mas, por via das dúvidas, o melhor é sempre prevenir. Então, para evitar essas interferências, a Anac estabeleceu que qualquer uso de equipamento eletrônico estaria liberado, contanto que não emitisse ondas eletromagnéticas. É aí que entra o “Modo Avião”. A opção deixa o dispositivo como se estivesse ‘desligado’.

“Isso é mais uma precaução, porque não existem estudos que comprovem o risco”, explicou James Waterhouse, professor do Departamento de Engenharia Aeronáutica da Escola de Engenharia de São Carlos. “O perigo é atrapalhar a radiocomunicação; a probabilidade de isso ocorrer, embora baixa, existe”, segundo Warhouse.

Posso usar o celular durante o voo?

homem aviao 2010 1400x800
Maridav/shutterstock

No ano passado (2015) a Anac passou a afrouxar as restrições ao uso de celular no avião. Passageiros já podem, então, usar seus smartphones enquanto a aeronave estiver em altitude de cruzeiro, ou seja, no ar – desde que deixem no “Modo Avião”. Durante o pouso e a decolagem, o celular deve permanecer desligado, porque esses momentos são considerados ‘críticos’: qualquer interferência na radiocomunicação enquanto o avião alça voo ou aterrissa na pista pode ser grave. “Por menor que seja, o risco existe e você deve desligar o eletrônico”, alerta Waterhouse.

A agência se baseou num estudo citado pela Administração Federal de Aviação dos Estados Unidos (FAA), que provou que aparelhos eletrônicos não interferem em nada no sistema das aeronaves. Além disso, “a maioria dos aviões comerciais podem tolerar interferências nos sinais de rádio de dispositivos eletrônicos portáteis”, de acordo com o relatório dos agentes.

Entretanto, a FAA frisou que não recomenda o uso do celular para comunicação de voz durante os voos. “Eles são projetados para enviar sinais fortes o suficientes para serem percebidos à longa distância”, analisou a FAA. Por isso a determinação é que o uso do celular, durante o voo, seja com o “Modo Avião” ativado. E nada de falar pelo telefone.

Wi-fi no avião

A liberação do uso de celular nos aeronaves fez com que as companhias aéreas investissem em infraestrutura para equipar seus aviões com wi-fi. Esse procedimento, segundo a Anac, “requer que a empresa confirme que os equipamentos instalados para utilização de wi-fi a bordo não provoquem interferência nos instrumentos da aeronave”.

Companhias como Gol, Latam e Avianca já têm alguns aviões em que é possível usar internet pelo celular, tablet ou notebook. Os primeiros testes com uso de wi-fi iniciaram em 2010, quando a TAM operou com o sistema OnAir, que permitia sinal  a bordo durante o cruzeiro. Mas, por conta de alguns problemas técnicos e regulatórios, a companhia acabou interrompendo o serviço.

A tecnologia usada pelas companhias é de internet via satélite. A Gol, por exemplo, enviou uma nave aos Estados Unidos para instalar uma antena especial de captação de sinal, para receber sinais via satélite e permitir que os passageiros acessem a internet durante o voo.

A Avianca, atualmente, também opera uma aeronave com wi-fi e afirmou que, até o final de outubro de 2016, cinco delas estarão com essa tecnologia. A companhia prevê que toda sua frota de aeronaves tenha conexão com internet até dezembro de 2017.

Cuidados ao viajar de avião