Casado há 4 anos, Eduardo Sterblitch fala sobre sinal de que a relação está indo mal

eduardo sterblitch encontro 2 1119 1400x800
Reprodução/Rede Globo

Casado há cinco anos, o ator Eduardo Sterblitch diz viver um relacionamento feliz e, durante uma conversa no “Encontro” (Rede Globo) sobre como manter a relação animada após anos de união, ele comentou sobre qual é o comportamento que vê como o maior sinal de que a relação não tem um futuro muito promissor.

Eduardo Sterblitch fala sobre relacionamentos

No programa, o neurocientista Pedro Calabrez explicou por que os relacionamentos começam a demonstrar problemas após os primeiros anos, o que tem a ver com o fim da fase da paixão.

Instagram

"O cérebro apaixonado é um cérebro em estado de demência temporária, que vai durar até 12 a 24 meses, em média, com certas exceções. Mas a paixão, por definição, acaba. Ela é um estado que tem alta intensidade e curta duração, e quando a paixão acaba, aí a coisa começa a mudar de figura. É por isso que a gente precisa compreender quais são as diferenças entre a paixão e [o período] depois da paixão, pois aí a gente consegue, talvez, criar algumas estratégias que permitam evitar que o relacionamento acabe degringolando. Não é nem que se torna uma amizade, as pessoas se afastam", explicou.

Concordando com o especialista, Sterblitch - que é casado há quatro anos com a atriz Louise D'Tuani - acrescentou que, neste cenário, a tendência é que o casal passe a se odiar e vire inimigo.

Questionado, então, pela apresentadora Fátima Bernardes sobre situações que são um “sinal amarelo” no relacionamento, e o ator foi bem direto. “Quando começa a faltar o respeito”, disse ele, sendo complementado por Calabrez.

eduardo sterblitch encontro 1119 1400x800
Reprodução/Rede Globo

"Tem estudo científico que mostra que, se você bota um casal numa sala e os deixa por uma hora conversando sobre temas que são quentes, difíceis entre eles, basta você contar o número de comunicações que são positivas e que são negativas; se o número de negativas for maior, o casal está fadado a se divorciar dali a alguns anos. E os pesquisadores conseguem prever com uma significância estatística enorme. O que acontece no desrespeito é isso, quando você começa a criticar, a ofender mais do que você elogia ou é grato, mais do que você demonstra carinho, esse é o sinal amarelo para não virar vermelho depois, então tome cuidado", aconselhou.

O humorista também aproveitou o tema para ressaltar um sinal de que o par tem uma boa sintonia, tomando como base seu próprio casamento.

“É muito gostoso quando você está vivendo uma vida a dois que é saudável, não é tóxica, porque cada dia é um dia diferente. Eu estou junto há seis anos e casado há cinco, [mas] para mim parece que foi ontem que a gente casou. Parece que a gente [se] reconhece todo dia. Eu tenho uma visão das coisas meio de criança, vejo as coisas e parece que estou vendo pela primeira vez”, disse.

Instagram

Famosos e o amor