mulher

Ludmilla pergunta onde fica o ponto G e Laura Müller dá ótima explicação

laura muller 0819 1400x800
Globo/Divulgação

A sexóloga Laura Müller explicou de uma maneira bem inteligente uma pergunta sobre a localização do famoso ponto G no corpo de mulheres.

Indaga pela cantora Ludmilla, a especialista em sexo respondeu se é possível ou não encontrar a região tão requisitada para a sexualidade feminina.

Ponto G: o que é

orgasmo masturbacao sexo 0117 1400x800
CoffeeAndMilk/istock

Ponto G é o nome dado a uma região teoricamente cheia de terminações nervosas do canal vaginal, que seria extremamente sensível.

Ao ser estimulado, o ponto G proporcionaria excitação à mulher, levando-a ao orgasmo

Localização do ponto G: polêmica

Além de ser famoso pela sensação que proporciona à mulher, o ponto G também gera muito debate por ser um tema controverso.

masturbacao mulher vagina 1116 1400x800
teksomolika/istock

O tópico não é consenso entre especialistas, já que uma vertente de estudiosos questiona sua localização e até mesmo sua existência.

Para uns, é apenas um mito; para outros, ele até existe, mas se trata apenas de uma região de alta excitação para mulher e que pode estar localizada em qualquer lugar do corpo, variando de uma para outra.

Entretanto, quem defende sua existência afirma que o ponto G encontra-se logo na entrada da vagina, em sua parte superior, a cerca de 2 cm da entrada. Ele seria identificável também por sua textura rugosa, diferente do resto da parede vaginal. Para estimulá-lo, bastaria introduzir o dedo com a palma da mão voltada para cima e flexioná-lo, fazendo o movimento de "vem aqui".

Ponto G, segundo Laura Müller

laura muller altas horas 1118 1400x800
Fábio Rocha / TV Globo

Apesar do assunto gerar polêmica, Laura Müller tem uma opinião muito sábia sobre a localização do ponto G.

Em seu quadro sobre sexo no “Altas Horas”, ela foi questionada por Ludmilla sobre a real localização dessa zona erógena.

Porém, ao explicar as diferentes teorias que cercam o assunto, Laura foi "encurralada" pela cantora, que quis saber a opinião pessoal dela sobre a existência ou não do tal ponto.

ludmilla altas horas 0819 1400x800
Globo/Fábio Rocha

Ao responder a pergunta da cantora, a especialista deu uma ótima explicação não só para encontrar o ponto G, mas também para mostrar que qualquer busca por autoconhecimento é válida e estimular que as mulheres se toquem para entender as reações do corpo.

“Nós devemos procurar pontos eróticos no corpo todo. Se a pessoa está querendo encontrar esse tal ponto G, vale a pena procurar. Ele [teoricamente] fica dois a três centímetros da entrada da vagina. [A procura] Pode ser a dois ou sozinha para ver se ele existe. Essa busca que é prazerosa”, encorajou a especialista.

Prazer no sexo