Com vestido de noiva quimono e cerimônia diferente, filha de Mauricio de Sousa se casa

Apesar de branco, nem o traje da noiva foi tradicional na cerimônia que celebrou a união de Marina Takeda – filha do cartunista Mauricio de Sousa – e Rafael Cameron.

Realizado em Morungaba, região no interior de São Paulo, o casamento contou com elementos da cultura japonesa, 34 padrinhos, cachorro no altar e mais detalhes incríveis.

Noiva e mãe de quimono

Honrando as raízes da mãe, Alice Takeda, Marina optou por uma roupa para lá de inusitado, mas belíssima. Em vez de escolher um vestido de noiva, Marina casou-se usando um quimono, traje tradicional japonês com mangas longas e largas, extremidades se sobrepondo à frente do corpo e uma faixa na cintura.

View this post on Instagram

Casamento - Alice e eu.

A post shared by Mauricio de Sousa (@mauricioaraujosousa) on

Marina, porém, não foi a única a usar quimono na cerimônia; assim como ela, Alice também optou pelo traje tradicional, mas usou um modelo bem diferente do da filha. Enquanto o modelo escolhido por Marina foi um branco com flores delicadamente bordadas na saia, sua mãe usou um modelo mais justo, com fendas nos ombros e em tons de azul bem vivo, branco e vermelho.

Sem buquê

O vestido, porém, não foi o único elemento tradicional dos casamentos que Marina decidiu adaptar. Em vez de carregar consigo um buquê como a maior parte das noivas faz, a filha de Mauricio de Sousa percorreu o caminho até o altar segurando uma coroa de flores em um dos braços.

Delicado, o arranjo escolhido tinha algumas folhagens trançadas em torno do aro, além de flores cor-de-rosa e brancas aglomeradas na parte de baixo

Cachorrinha no altar

Além dos pais da noiva, que a acompanharam até o altar, Penha, a cachorrinha do casal, também fez companhia a eles, enquanto Marina a segurava usando uma guia repleta de flores brancas.

View this post on Instagram

#marinaerafa @rafacameron @marinatakeda

A post shared by Ricardo Tayra (@ricardotayra) on

Decoração com elementos tradicionais e “jardim encantado”

Os quimonos de Marina e da mãe não foram os únicos elementos da cerimônia que remeteram à cultura japonesa. Além deles, a decoração também contou com um conjunto de lanternas coloridas penduradas logo acima do altar pairando sobre os noivos.

View this post on Instagram

Luz de #marinaerafa

A post shared by Cyntia Carneiro (@cyntiacarneiro) on

No local onde a cerimônia foi celebrada, a decoração se limitou às lanternas e a arranjos com flores cor-de-rosa, roxas e azuis por toda a parte, mas o espaço onde aconteceu a recepção foi transformado em um verdadeiro jardim encantado.

Na mesa principal, além de dois bolos de aspecto delicado e diversas travessas de docinhos, havia inúmeros recipientes (desde vasos até garrafas e baldes) com flores em vários tons de rosa, roxo e amarelo. Fora o buffet em forma de floresta, o local também estava repleto de velas que pendiam do teto como se estivesse flutuando.

Confira mais fotos do casamento:

View this post on Instagram

#marinaerafa

A post shared by Juliana (@galatister) on

View this post on Instagram

Casamento - eu, filho, filhas, sobrinha e netos.

A post shared by Mauricio de Sousa (@mauricioaraujosousa) on

Casamentos e festas de noivado