Camisinha masculina: TUDO para escolher bem o preservativo e garantir a sensibilidade

camisinha masculina 1400x800 0517
Eskymaks/shutterstock

Preservativo masculino é o método contra doenças sexualmente transmissíveis (DSTs) e gravidez mais conhecido atualmente. Apesar de seus benefícios serem amplamente conhecidos, ainda há quem não o adote por falta de informação ou simplesmente por achar que ele vai diminuir o prazer. 

Para acabar com as dúvidas, preparamos um guia com tudo que você precisa saber sobre camisinha masculina:

O que é camisinha e do que ela é feita? 

camisinha masculina 0517 1400x800
CatLane/iStock

Atualmente, os preservativos masculinos são feitos de látex e, no caso dos antialérgicos - para quem não tolera o contato com o látex-, de poliuretano.

O urologista João Manzano, do Hospital Moriah, ainda explica que eles podem conter lubrificante, espermicidas ou anestésicos que diminuem a sensibilidade do pênis.

Eficácia

A eficácia da camisinha masculina como método contraceptivo é em torno de 97%. A chance de falha é rara, especialmente quando é utilizada corretamente.

A psicóloga e sexóloga Carla Cecarello ressalta que o preservativo não foi desenvolvido para prevenção da gravidez. “Foi criado para proteger contra doenças sexualmente transmissíveis (DSTs), mas hoje também atua para evitar a fecundação”, explica.

Qual é a verdadeira sensação de usar camisinha?

sexo paixao casal 0417 1400x800
AlessandroBiascioli/shutterstock

Antigamente, tinha-se a ideia de que usar preservativo é “como chupar bala com papel”, ou seja, ter a redução da sensibilidade do pênis em absoluto. Contudo, a sexóloga Cecarello ressalta que hoje a tecnologia oferece um material tão bem feito que parece que o homem não está usando nada. 

“Essa é uma grande desculpa que foi criada pela dificuldade que algumas pessoas têm de usar camisinha na hora H. Ela é necessária porque evita DSTs e até infecções vaginais e ainda por cima não corta o prazer do sexo”, explica.

Tipos de camisinha masculina

camisinhas para homem para diversos gostos, preferências e ocasiões. Confira as mais conhecidas:

Tradicional

Sem cheiro ou sabor artificiais, contém lubrificante que auxilia e facilita a transa.

Neon 

A camisinha neon brilha no escuro por possuir efeito fluorescente, acarretando um tom divertido à relação sexual.

Com sabor

De diversas opções, a com sabor é boa especialmente boa para quem realiza sexo oral, já que fornece um gosto mais agradável. Há versões de morango, uva, frutas cítricas e até mesmo caipirinha.

camisinha contra zika 0816 1400x800
Yeko Photo Studio/shutterstock

Com textura

O preservativo texturizado possui ondulações e bolinhas que aumentam o atrito do pênis com o canal vaginal, fornecendo mais prazer para a mulher.

O fato de o material potencializar a fricção não expande o risco de rompimento, de acordo com o urologista João Manzano. “O material de fabricação tem resistência e elasticidade comprovados por testes de qualidade exigidos para todos os tipos de camisinha”, ressalta.

Retardadora de ejaculação: faz mal?

Contém substâncias anestésicas em sua extremidade, como a benzocaína, que reduzem a sensibilidade e, consequentemente, retardam a ejaculação.

Essa linha de camisinha masculina não causa riscos pois não segura o sêmen. Além disso, não trata a ejaculação precoce, apenas age como medida emergencial.

Com espermicida

A sexóloga explica que camisinha com espermicida - substâncias que matam o espermatozoide - não é usada há muito tempo porque o próprio preservativo já é um método de barreira eficiente. 

Contudo, ainda há quem prefira colocar espermicida, que pode ser comprado em farmácia, dentro do preservativo.

Látex Free

Ótimo para quem tem alergia ao látex, é composto por poliuretano, material que não causa reações.

Extrafina

Apesar de ter espessura menor, o preservativo extrafino é tão seguro quanto os outros e ainda aumenta a percepção da sensibilidade do pênis. 

Com sensação

Essa linha dá sensação gelada ou quente ao sexo, a depender da versão escolhida, sendo ótima para apimentar a relação.

Qual é a melhor camisinha?

A escolha da melhor camisinha masculina dependerá das características e preferências de cada casal. Contudo, algumas dicas podem ajudar a escolher o modelo que mais se encaixa.

Tamanho da camisinha: como escolher?

tamanho do penis 1216 1400x800
Thailand Photos for Sale/shutterstock

O médico João Manzano afirma que a forma mais eficiente de encontrar o tamanho adequado é fazer testes em casa com diversos modelos. O ideal é buscar uma que cubra todo o pênis, visto que camisinhas pequenas demais podem escapar, romper, atrapalhar a relação e até mesmo provocar lesões.

Existe pênis grande ou pequeno demais?

Pênis muito compridos ou largos realmente dificultam a escolha do produto. Homens com essas características devem optar por preservativos maiores.

A mesma dica vale para pênis menores, que podem caber perfeitamente em preservativos com tamanhos reduzidos.

Prazo de validade

Um ponto muito importante é verificar se o produto está dentro do prazo de validade, visto que depois disso o material se deteriora, e se a embalagem não está danificada com rasgos ou furos.

Cuidados para armazenar a camisinha

Para que o material seja preservado, é necessário guardá-lo do jeito certo. Há muitas pessoas que colocam a camisinha no porta-luvas do carro, o que não é correto porque expõe o produto a altas temperaturas que podem secar o lubrificante e aumentar o risco de rompimentos e desconfortos.

Além disso, deixar no bolso, na carteira ou na bolsa pode danificar o preservativo pois gera atrito com outros objetos.

“O ideal é guardá-lo em um lugar arejado, sem fricção e sem calor. Outro ponto importante é não abrir a embalagem com a boca, pois pode acabar mordiscando o material e danificar o produto”, alerta Carla Cecarello.

Como colocar camisinha masculina?

como colocar camisinha 0517 1400x800
TnT Designs/Shutterstock

Confira o passo a passo e evite erros na hora de colocar camisinha:

  1. Abra o pacote com cuidado, sem utilizar objetos cortantes, como facas ou tesouras, e nem dentes ou unhas.
  2. Segure o reservatório do preservativo, que nada mais é que sua ponta, e desenrole para o mesmo lado. Se houver dificuldade é possível que ela esteja virada para o lado errado. Neste caso, jogue fora e abra outra. 
  3. Coloque sobre a glande, que é a cabeça do pênis, sem deixar de segurar a ponta do preservativo. Deste modo, você evita a entrada de ar que pode facilitar rompimentos.
  4. Ainda segurando, desenrole o produto até o encontro entre o pênis e a púbis e só então puxe levemente a ponta para criar um pequeno espaço entre a pele e o material.
  5. Por fim, aperte o espaço da ponta para extrair todo o ar.

Quando colocar?

A proteção deve ser colocada antes mesmo de o ato sexual começar, pois apenas o contato do pênis com o exterior da vagina pode transmitir DSTs. 

Camisinha furada: dá para notar antes de usar?

É muito difícil saber se ela está furada, pois muitas vezes é imperceptível.

Contudo, se após a ejaculação for notada a presença de vazamento e não for utilizado outro método contraceptivo, recomenda-se tomar a pílula do dia seguinte o quanto antes e consultar um médico ou posto de saúde urgentemente para fazer tratamento de profilaxia pós-exposição, que reduz as chances de DSTs.

Perda da ereção ao colocar camisinha é normal?

De acordo com o urologista, a camisinha pode reduzir levemente a sensibilidade e o estímulo da ereção de alguns homens. Nestes casos, é possível recorrer às versões extrafinas, cuja sensibilidade é ainda mais preservada.

No entanto, o fator psicológico costuma ser o maior vilão. “Há homens extremamente ansiosos com a relação sexual e a penetração que sentem que voltam para a estaca zero quando têm de parar para colocar o preservativo. Com isso, a ansiedade aumenta e a ereção se perde”, esclarece a sexóloga Carla Cecarello.

Nestes casos, buscar acompanhamento psicológico pode ajudar, mas algumas "brincadeiras", como pedir para a parceira desenrolar o preservativo com a boca, também podem ajudar.

"A proteção tem de ser encaixada na glande enquanto o reservatório é segurado. Logo depois, basta desenrolar um pouco com as mãos e depois continuar com a boca", ensina a especialista. "É uma forma de oferecer estímulo ao pênis e ao mesmo tempo se proteger, sempre tomando cuidado para que o dente não arranhe o material”.

Erros muito comuns durante uso da camisinha

Trocar camisinha do sexo vaginal para o oral ou anal e vice-versa é higiênico e fundamental para reduzir a chance de infecções e doenças, mas há quem não tome esse cuidado importantíssimo.

Ao sentir que o preservativo está seco, sem nenhuma lubrificação, troque por outro. Esse ressecamento, além de super incômodo, aumenta as chances de rompimento da proteção.

Usar duas camisinhas ao mesmo tempo é perigoso já que o causa atrito que pode romper a camisinha.

Como retirar camisinha masculina

camisinha masculina inutilizavel 0517 1400x800
diego_cervo/iStock

Coloque a mão em volta da abertura da camisinha, pressionando-a. Retire com o pênis ainda ereto e dê um nó para evitar que o sêmen saia.

O que fazer se escapar na vagina? 

O médico explica que a própria mulher pode retirar manualmente o preservativo que escapou na vagina. Caso não seja possível, deve-se buscar atendimento médico.

Como o esperma pode escorrer e levar à gravidez ou DSTs, pode ser indicado tomar pílula de emergência e buscar medicamentos preventivos contra DST.

Efeito colateral: alergia à camisinha

anatomia do penis 0916 1400x800
cristaleyestudio/shutterstock

O preservativo não provoca efeitos colaterais se for usado corretamente, mas algumas pessoas podem ter alergia ao material da camisinha, como ao látex ou ao lubrificante, o que causa por inchaço, coceira ou avermelhamento na glande do pênis ou vagina.

Quem possui esse problema, deve realizar trocas simples de marcas e materiais, para entender o que causa a irritação. Se for o látex, opte por preservativos de poliuretano.

Usar preservativo: leia mais