pop

História forte de "Maid" é baseada em fatos reais: minissérie da Netflix chocou público

maid netflix 1021 1400x800 1
RICARDO HUBBS/NETFLIX

Um dos mais novos sucessos da Netflix é a série "Maid". Presença garantida no Top 10 da plataforma de streaming, a produção acompanha a incrível história de sobrevivência e determinação de uma jovem mãe — que navega pelo mundo da pobreza e do abuso, ao mesmo tempo em que luta para encontrar o seu valor.

Com uma narrativa forte e tocante, "Maid" foi inspirado em uma história real e é uma adaptação do livro "Maid: Hard Work, Low Pay and a Mother's Will to Survive" ("Superação: Trabalho Duro, Salário Baixo e o Dever de Uma Mãe Solo", no título em português). Saiba mais abaixo!

"Maid", da Netflix, é inspirada em fatos reais

maid netflix 1021 1400x1000
RICARDO HUBBS/NETFLIX

A série "Maid" conta a história de Alex (Margaret Qualley), uma jovem que deixa para trás um relacionamento tóxico e abusivo. Após abandonar o namorado, ela se vê obrigada a recomeçar a sua vida e lutar para sustentar a filha de três anos.

Disposta a tudo para garantir um futuro melhor para a filha pequena, Alex começa a trabalhar como faxineira e busca ajuda do governo dos Estados Unidos.

Confira o trailer da produção abaixo:

Apesar do sucesso na Netflix, o que nem todos podem saber é que o enredo de "Maid" é inspirado em uma história real: a de Stephanie Land.

Segundo informações do site Decider, do New York Post, Stephanie deixou a casa do namorado abusivo junto com a filha e, assim como na série, não contou com nenhum apoio da família.

Para pagar as contas, ela arranjou um emprego de faxineira — no qual não tinha férias ou folgas — e se mudou para um bairro de casas populares em Seattle, nos Estados Unidos.

Além de tudo, Stephanie teve diversos problemas com o governo dos EUA, que não aceitava a mulher nos seus programas sociais. Ela precisou preencher mais de sete formulários para que se tornasse elegível à ajuda governamental.

Em certo ponto, Stephanie conseguiu se matricular no curso de "Escrita Criativa" da Universidade de Montana, nos EUA. Ela se formou em 2014 e começou a trabalhar como redatora freelancer.

Em 2019, ela reuniu todos os seus relatos dos últimos anos em livro — que foi publicado, fez sucesso de público e virou série na Netflix.

Mais sobre séries