pop

Qual é a história real de "Dom": série sobre "bandido gato" vira sensação na Amazon

dom amazon 0621 1400x800
Divulgação / Amazon Prime Video

“Dom”, a mais nova série brasileira do Amazon Prime Video, já está disponível no catálogo da plataforma de streaming. A produção é um drama policial inspirado na história verídica de pai e filho que estão em lados opostos na guerra contra às drogas no Rio de Janeiro.

Estrelada por Gabriel Leone, Flávio Tolezani, Raquel Villar e Isabella Santoni, “Dom” conta a história de Pedro Dom, um rapaz da classe média carioca que foi apresentado à cocaína na adolescência. Isso o colocou no caminho para se tornar o líder de uma gangue criminosa que dominou os jornais policiais cariocas no início dos anos 2000.

Alternando entre ação, aventura e drama, a produção também acompanha o pai de Pedro, Victor Dantas, que, na adolescência, faz uma descoberta no fundo do mar, denuncia às autoridades e acaba ingressando no serviço de inteligência da polícia.

A história real de Pedro Dom esteve nos holofotes da mídia brasileira nos anos 2000. Saiba mais abaixo!

História real de “Dom”

dom amazon prime 0621 1400x800
Divulgação / Amazon Prime Video

Filho de um ex-policial, Pedro Machado Lomba Neto – ou Pedro Dom – nasceu em 1981. Ele começou a usar drogas no início de sua adolescência e, desde então, passou a andar com outras crianças dependentes pelas ruas do Rio de Janeiro.

Em 2001, Pedro foi detido por porte ilegal de armas e enviado a um hospital penitenciário após decisão do tribunal. Naquele momento, a intenção do juiz era mantê-lo longe dos pontos de venda de drogas. Mas, na verdade, o contrário aconteceu.

Enquanto estava internado, Dom conheceu diversos criminosos, que mais tarde se tornaram seus parceiros de quadrilha. O jovem ficou detido por seis meses e foi liberado sob a condição de continuar o tratamento – no entanto, apenas voltou ao local uma vez.

dom serie amazon 0621 1400x800
Divulgação / Amazon Prime Video

Nos anos seguintes, Pedro Dom ganhou ainda mais notoriedade e frequentemente aparecia nos noticiários. Ele ficou conhecido como o líder de uma quadrilha de assaltos em edifícios de luxo, que roubava joias e dinheiro, por exemplo. Em relatos de vítimas, Dom era descrito como uma pessoa bastante violenta, que fazia ameaças até mesmo a crianças.

Foi em dezembro de 2005 que policiais do Rio de Janeiro receberam a informação de que Pedro iria se esconder na Favela da Rocinha. Com isso, eles montaram um cerco na saída do Túnel Rebouças, no caminho para o local, com o objetivo de prender o criminoso.

No entanto, Dom não quis se entregar, furou o bloqueio de policiais com sua moto, e até chegou a lançar uma granada na saída do túnel – que atingiu um delegado e um detetive. O criminoso foi perseguido e capturado dentro de um prédio. Ele foi atingido por cinco tiros e, apesar de ser levado ao hospital, não resistiu aos ferimentos.

Mais sobre séries