pop

Débora Falabella aponta conexão entre "Aruanas" e mundo atual: "Sobrevivência"

debora falabella aruanas 0520 1400x800
Globo

Produção do Globoplay lançada em 2019, “Aruanas” estreou na televisão aberta com episódios semanais quase um ano depois. A diferença de tempo, no entanto, só fez a série ganhar ainda mais significados e, para Débora Falabella, há ainda mais conexões com o cenário de hoje no mundo real.

“Acho uma escolha muito bonita falar de natureza neste momento, em que precisamos fazer essa pauta. É hora de prestar atenção na corrida exacerbada tão ligada ao dinheiro e que atropela tudo”, disse a atriz em coletiva de imprensa.

"Aruanas" na Globo

aruanas 0520 1400x800 4
Fábio Rocha/Globo

“Aruanas” tem o ativismo pela proteção do meio ambiente como fio condutor, abordando a destruição da Amazônia, quem são os principais interessados e como é a vida das comunidades e dos que batalham pela preservação ambiental. Débora Falabella, Taís Araujo e Leandra Leal protagonizam a trama como fundadoras de uma ONG.

Personagens

aruanas 0520 1400x800 1
Fábio Rocha/Globo

A artista ressaltou ainda a relação que vê entre sua personagem, a jornalista Natalie, e o mundo real. “A dramaturgia é uma maneira rápida e potente de chegar no público e os jornalistas e artistas são importantes para revelar ao público coisas que não conseguem enxergar. O papel do jornalismo é colocar o dedo na ferida e espero que a força da Natalie gere uma reflexão do quanto esse papel é importante”, explicou.

Além disso, ressaltou que a construção “real” das personagens tem tudo para criar um laço entre elas e o público. “Falamos de heroínas, mas que erram, sim, e que estão próximas de tantas pessoas que passam por coisas, se sentem julgadas, mas conseguem seguir e se perdoar. Elas são mulheres fortes, que conseguem realizar os desejos ligados às convicções, mas também têm que lidar com os dramas pessoais”, contou.

Em “Aruanas”, Taís Araujo interpreta a advogada Veronica que, apesar de ser pragmática no cumprimentos de regras, enfrenta um conflito emocional relacionado à Natalie. Leandra Leal é a ativista Luiza, que se divide - também com conflitos - entre as causas ecológicas e a maternidade.

Ativismo

aruanas 0520 1400x800 2
Fábio Rocha/Globo

Para Débora, estar em “Aruanas” foi também uma experiência de vida. Ela contou que o elenco passou por uma preparação com ativistas do Greenpeace e que estar na Amazônia para gravar tornou a questão ambiental ainda mais importante em sua vida dentro de casa.

“Sempre me preocupei com o meu lixo, reciclagem, nunca fui alienada, mas com ‘Aruanas’ aprendi muitas coisas mais profundas. A primeira cena que fiz, de um massacre indígena, foi muito impactante. Estávamos com atores indígenas e foi muito forte ver pessoas que realmente passam por isso vivendo aquela cena”, contou.

Coronavírus

aruanas 0520 1400x800 3
Fábio Rocha/Globo

Com a pandemia do coronavírus, “Aruanas” ganha uma dimensão maior no sentido de incentivar a reflexão sobre o futuro do planeta. “Tudo tem a ver com esse exagero que a gente vive já há tempos e temos cuidado pouco do meio ambiente. Nessa pausa que fazemos agora, vemos mudanças relacionadas ao clima, à diminuição da poluição. As respostas que temos recebidos da natureza são para se pensar”, disse.

“Defender a Amazônia não é uma questão política controversa, é uma questão de sobrevivência. O Brasil é o pais onde mais se matam ativistas e queremos jogar uma luz nisso, mostrar pessoas que estão lutando por um bem maior e que agora, dentro de casa, todos temos que ser um pouco ativistas também”, pontuou.

"Aruanas" é exibida às terças-feiras, logo após "Fina Estampa". A primeira temporada completa está disponível para assinantes do Globoplay.

Séries brasileiras