mulher

Quanto mais tempo a mulher amamenta, maior proteção terá contra câncer de mama

amamentacao bebe aleitamento 1021 1400x800
tatyana_tomsickova/istock

Além de importante para o desenvolvimento do bebê, a amamentação ainda é muito positiva para a saúde da mulher, podendo até mesmo reduzir os riscos de câncer de mama.

Amamentar previne o câncer de mama

De acordo com uma revisão de 47 estudos científicos realizados em 30 países, quanto mais tempo as mulheres amamentam, mais elas estão protegidas contra o câncer de mama.

amamentacao amamentar mamar bebe mae 1220 1400x800
Nina Buday/Shutterstock

Publicado em 2002, o levantamento mostrou que a falta ou a curta duração da amamentação, típica das mulheres nos países desenvolvidos, contribui de forma importante para a alta incidência de câncer de mama nessas nações.

cancer de mama 0916 1400x800 2
Shutterstock

O aleitamento materno previne o câncer de mama porque, durante o período, as taxas de determinados hormônios que favorecem o desenvolvimento desse tipo de câncer caem na mulher.

mulher amamentando filho 72020 1400x933
SeventyFour/Shutterstock

Além disso, segundo informações do Instituto Nacional de Câncer (INCA), alguns processos que ocorrem na amamentação promovem a eliminação e renovação de células que poderiam ter lesões no material genético, diminuindo assim os riscos de câncer de mama.

amamentaca bebe mamando seio 0919 1400x800
Lumi Studio/Shutterstock

Portanto, quanto mais prolongada for a amamentação, maior a proteção para a mãe e, claro, também para o bebê. Afinal, pesquisas mostram que receber o leite materno protege a criança contra o sobrepeso e a obesidade desde a infância até a fase adulta.

O que você precisa saber sobre a amamentação