explore

Ana Maria explica 2º exame positivo mesmo após cura da Covid-19: "Baita susto"

ana maria volta 07 21 1400 800
Reprodução/Globo Play

Há duas semanas, Ana Maria Braga teve que ficar afastada do "Mais Você" após testar positivo para a Covid-19. Agora, a apresentadora que já havia tomado as duas doses da vacina, está curada e voltou ao comando do programa.

Entretanto, antes de retornar ao trabalho, Ana realizou outro teste, que ainda sim, após 14 dias de isolamento, deu positivo, mas a médica que participou da atração explicou que mesmo com esse resultado, a apresentadora não transmite mais o vírus. Entenda.

Mesmo após cura, Ana Maria testou positivo para a Covid

Ana Maria voltou a apresentar o "Mais Você" nesta segunda-feira (19). Mas, a apresentadora, que venceu a Covid-19, contou que mesmo após se curar do vírus, testou positivo para a doença ao realizar o teste na última sexta-feira (16).

"Quando foi para eu voltar a trabalhar agora, eu fiz o PCR, que determina se você está contaminado ou não. Olha o baita susto que eu levei. Faço eu exame na semana passada, na sexta, eu doida para voltar a trabalhar, e aí, de repente, o resultado do exame deu o quê? Positivo! Como assim, se já passaram aquelas duas semanas, 14 dias, que eu fiquei presa dentro do quarto, não tendo mais sintoma nenhum. Como é que pode dar positivo?", questionou Ana.

Quem esclareceu essa "confusão", foi a pneumologista que cuidou de Ana Maria desde que ela foi contaminada, a Dra. Elnara Negri, que explicou que o resultado desse teste que a apresentadora realizou recentemente, não passa de um falso positivo.

ana maria 07 21 1400 800
Reprodução/Globo Play

A médica explicou que o PCR, que é feito pelo nariz, ou saliva, é o teste mais indicado para a fase aguda da doença, mas não para determinar a cura: "Ele é bom para o início da doença, mas para controle de cura, ele não é bom".

Apresentadora não transmite mais o vírus

Elnara ainda explicou que o resultado positivo pode ser um resquício de vírus no corpo da pessoa, mas que ele não é capaz de transmitir a Covid-19. "Às vezes, é só um pedacinho do vírus que ficou lá, que não é viável para infectar outras pessoas, pode dar positivo no teste, mas não quer dizer que você está transmitindo".

A pneumologista também explicou o isolamento indicado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e afirmou que mesmo que o PCR dê positivo após o período que a pessoa ficou reclusa, isso não quer dizer que ela possa contaminar outras pessoas.

ana maria medica 07 21 1400 800
Reprodução/Globo Play

"A Organização Mundial da Saúde preconiza 10 dias depois do primeiro sintoma, no caso leve, e 14 dias, no caso mais moderado, de isolamento, mesmo que o PCR ainda dê positivo. Algumas pessoas ficam semanas com o PCR positivo, sem significar que eles estão transmitindo a doença. Então, a gente não usa isso como critério de cura", finalizou a médica.

Famosos que venceram a Covid-19