mulher

Maioria não sabe que problema na tireoide pode levar à infertilidade da mulher: entenda

hipertireoidismo glandula tireoide 0219 1400x800
Kateryna Kon/shutterstock

No Brasil, 15% da população acima de 45 anos sofre de problemas na tireoide, glândula localizada no pescoço e responsável pela produção de hormônios que regulam funções essenciais, como metabolismo, fertilidade, crescimento, entre outras.

As disfunções na tireoide são ainda mais comuns em mulheres. Enquanto a incidência do hipotireoidismo na população adulta masculina é de cerca de dos 3%, nas mulheres a incidência aumenta para 15%.

O hipotireoidismo é uma doença caracterizada pelo mau funcionamento da tireoide, ou seja, ocorre quando a glândula é incapaz de produzir hormônios suficientes para suprir as necessidades do organismo.

regiao pescoco tireoide 42021 1400x800
Prostock-Studio/IStock

De acordo com uma pesquisa realizada pelo instituto YouGov e encomendada pelo grupo farmacêutico Merck, há uma grande falta de conhecimento da população sobre os distúrbios da tireoide e seus efeitos sobre a fertilidade e a maternidade.

O estudo mostrou que apenas um quarto dos entrevistados (24%) está ciente de que os distúrbios da tireoide podem causar problemas de fertilidade, e 48% não sabem que o hipotireoidismo pode resultar em complicações para mãe e bebê, durante a gravidez.

tireoide medico exame 0419 1400x800
Albina Glisic/Shutterstock

O levantamento foi feito entre 24 de março e 6 de abril de 2020. Ao todo, mais de 7 mil pessoas, de seis países, participaram do estudo.

Problemas na tireoide e infertilidade

Disfunções na tireoide podem ser causa de infertilidade na mulher, de acordo com um estudo publicado pelo jornal científico The Obstetrician & Gynaecologist, que apontou que problemas na glândula contribuem para a diminuição das taxas de concepção e aumentam o risco de hemorragias, aborto e outras complicações durante a gravidez.

tireoide hipotireoidismo glandula 0519 1400x800
Sebastian Kaulitzki/Shutterstock

Segundo o ginecologista Dr. Assumpto Iaconelli Junior, especialista em Medicina Reprodutiva e diretor do Fertility Medical Group, existe ligação entre fertilidade e alterações na tireoide.

"O hipotireoidismo costuma aparecer na idade reprodutiva da mulher e, se não tratado, pode causar infertilidade e aborto, ou em casos mais raros, falência dos ovários", explica o especialista.

medico tireoide consultorio 0819 1400x800
Shidlovski/Shutterstock

O ginecologista ressalta, no entanto, que é possível engravidar mesmo com a doença e que, uma vez tratada, a saúde reprodutiva volta ao normal.

Hipotireoidismo pode afetar a saúde do bebê

O hipotireoidismo materno, quando não tratado, pode causar sérios problemas de saúde ao bebê, incluindo insuficiência cardíaca, defeitos da fala e até atraso mental, segundo informações da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM-SP).

feto utero gravidez 0919 1400x800
u3d/Shutterstock

Os hormônios da tireoide que vêm da mãe são fundamentais para o desenvolvimento dos órgãos do feto nas primeiras 12 semanas de gestação. Quando o bebê não tem o aporte necessário dos hormônios tireoidianos nesse período, as consequências para a saúde podem ser irreversíveis.

Problemas na tireoide