mulher

Inchaço no rosto de Jéssica em "No Limite" foi causado por luz solar: especialista explica

jessica mueller no limite 0521 1400x800
Gshow/Gabriela Nascimento

Durante a estreia de “No Limite” (Rede Globo), a aparência da personal trainer e ex-BBB Jéssica Leiras chamou a atenção nas redes. Isso porque, no episódio, ela apareceu com o rosto extremamente inchado – e, apesar de muita gente ter cogitado uma reação alérgica ou até efeito rebote de um procedimento estético, a equipe da personal se pronunciou afirmando que a causa do inchaço foi algo simples: exposição ao sol.

“No Limite”: Rosto inchado de Jéssica chama atenção na web

Nas redes sociais, a aparência da personal trainer Jéssica Mueller no reality “No Limite” deu o que falar. Na estreia do programa, a ex-BBB apareceu com um inchaço grande no rosto inteiro e, na internet, o público cogitou uma série de possíveis motivos. Em fotos da personal, muitos comentários questionavam se ela havia sido picada por algum inseto, estava com alergia ou havia feito harmonização facial.

A causa do inchaço, porém, é algo bastante simples – de acordo com a equipe de Jéssica, que se pronunciou no perfil oficial da personal no Instagram tanto por meio de Stories quanto em resposta a perguntas de internautas, o problema foi causado pelo sol.

Inchaço pós-sol é eritema solar: por que ocorre?

No programa, Jéssica e os outros participantes ficaram muito tempo expostos à luz solar e, conforme explica a cosmetologista Heloísa Olivan, da Clínica Olivan, ao VIX, isso pode acontecer com qualquer pessoa em maior ou menor intensidade.

Segundo Heloísa, este inchaço é, assim como vermelhidão e ardor, parte da reação da pele à radiação solar. “Essa vermelhidão e inchaço na pele caracterizam um eritema solar, resposta que vem com os estímulos nocivos do sol. Quando tomamos muito sol, essa radiação gera uma produção de mediadores inflamatórios. até como forma da nossa pele se proteger”, afirma ela.

A gravidade da reação, conforme explica a cosmetologista, varia de pessoa para pessoa. “A quantidade de sol necessária para produzir esse eritema, essa vermelhidão e esse inchaço, é proporcional à quantidade de melanina que a pessoa tem na pele”, diz a especialista, se referindo à substância responsável por pigmentar a pele e protegê-la da radiação.

Quanto menor a quantidade de melanina, mais clara é a pele – e maiores são as chances de haver uma reação como a apresentada pela ex-BBB.

“A Jéssica é bem branquinha, então a pele reage de uma forma muito mais exacerbada. Nesse caso, a resposta inflamatória é mais intensa”, explica Heloísa, ressaltando que pessoas de pele mais escura também estão sujeitos a isso, mas, devido à maior concentração de melanina, a resposta inflamatória demora mais para ocorrer.

Como evitar e tratar

protetor solar pele prevencao 0619 1400x800
Josu Ozkaritz/Shutterstock

Para evitar o eritema solar, Heloísa aconselha não só evitar os horários de pico da radiação solar (final da manhã e início da tarde) e usar filtro solar adequadamente. “É muito importante repassar o protetor solar. É uma coisa que muita gente esquece”, enfatiza ela, ressaltando que, uma vez inchada, vermelha e ardida por exposição ao sol, a pele precisa de cuidados.

Em casos como o de Jéssica, a cosmetologista indica ingerir água (em quantidade até superior à habitual) e hidratar bem as áreas afetadas. “É bom usar cremes que tenham princípios ativos anti-inflamatórios como camomila e aloe vera. Algumas manteigas, como de buriti, murumuru e karité, são ricas em lipídeos, e fazem efeito de hidratação praticamente imediato. Podem ser usados também óleos vegetais como de semente de uva, rosa mosqueta e jojoba”, pontua.

Em casos mais extremos de problemas por exposição ao sol, é possível que bolhas na pele e febre apareçam entre os sintomas – e, nestas situações, é importante que se busque avaliação médica.

Famosos e a saúde