mulher

Estudo lista 12 fatores que, se evitados, podem prevenir até 40% dos casos de demência

alzheimer cerebro 0417 1400x800
Alexilusmedical/Shutterstock

Causada pelo declínio progressivo da capacidade intelectual, a demência é caracterizada, basicamente, pela dificuldade de memorização e de resolver problemas cotidianos. Por isso, interfere nos relacionamentos e nas atividades sociais e profissionais do paciente.

A demência ainda não tem cura, mas o tratamento precoce pode retardar a evolução do problema. Além disso, segundo um relatório médico publicado em 30 de julho de 2020 no periódico científico The Lancet, existem fatores que podem prevenir demência.

12 fatores que podem prevenir demência

alzheimer idosa memoria 0319 1400x800
Photographee.eu/ShutterStock

De acordo com o estudo, redigido por 28 especialistas, os 12 fatores que, se controlados ou evitados, podem prevenir até 40% dos casos de demência são:

Tratamento da demência

Fresnel / Shutterstock

Diante dos primeiros sinais de demência, as medidas recomendadas visam reduzir o estresse psicológico causado pela condição, antes da prescrição de medicamentos. Terapias com música, dança e exercícios físicos podem diminuir agitação, ansiedade e possível agressividade do paciente.

As atividades revitalizam as funções intelectuais, promovendo bem-estar e normalização do sono. Ficar sem dormir, aliás, faz tão mal que até aumenta o risco de demência.

O paciente será orientado a seguir um tratamento medicamentoso quando não responde mais às terapias mais simples. Comportamento violento ou agitação permanente podem melhorar com o uso drogas antipsicóticas.

idoso alzheimer demencia 0219 1400x800
Ruslan Guzov/Shutterstock

Saúde cerebral