explore

Morre Nick Cordero, ator que teve a perna amputada devido à COVID-19

nick cordero smoking 0520 1400x800
Dimitrios Kambouris / Equipe/GettyImages

O astro da Broadway Nick Cordero, de 41 anos, morreu no último domingo (5) em meio à luta para se recuperar das sequelas geradas pela COVID-19. O ator estava internado desde março para tratar um quadro grave da doença e, apesar de ter conseguido se curar do vírus, acabou desenvolvendo complicações.

Segundo Amanda Kloots, esposa do ator, ele passou 95 dias internado e, ao longo deste período, teve de amputar uma das pernas por consequência da doença.

Nick Cordero morre após 95 dias internado

Em seu perfil no Instagram, Amanda publicou uma foto de Nick para comunicar a morte do marido. “Deus tem mais um anjo no céu agora. Meu querido marido faleceu nesta manhã. Ele estava cercado do amor da família, cantando e rezando enquanto ele gentilmente deixava este mundo. Eu estou desacreditada e tudo dói. Meu coração está quebrado porque não consigo imaginar nossas vidas sem ele”, escreveu.

nick cordero amanda kloots 0720 1400x800
Noam Galai/Correspondente/Getty Images

Nick – que deixa, além da esposa, um filhinho de um ano – foi internado em março com COVID-19 e teve de ser intubado para fazer uso de ventilação. Já em abril, após os médicos suspenderem as medicações anticoagulantes que ele vinha tomando devido a complicações, ele teve uma coagulação excessiva em uma das pernas e ela teve, então, de ser amputada.

Já em maio, a esposa de Nick anunciou que ele estava curado da COVID-19 – mas as sequelas geradas pela doença e pela internação fizeram com que ele tivesse de continuar na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) até o último domingo, quando faleceu. Na postagem, Amanda agradeceu o apoio de todos, especialmente o dos fãs do ator, que engajaram em projetos de apoio a ele durante a internação.

nick cordero 0520 1400x800
Vivien Killilea / Correspondente

“Vocês não têm ideia do quanto levantaram meu espírito às três horas da manhã conforme o mundo cantava a música de Nick, ‘Live Your Life’. Nós cantamos para ele hoje, segurando suas mãos. Conforme eu cantei o último verso para ele, [...] eu sorri porque ele definitivamente lutou. Vou te amar para sempre, meu doce homem”, escreveu Amanda.

Veja o post na íntegra (em inglês):

Nick Cordeiro e a COVID-19