Você ouve? Áudio que só alguns são capazes de escutar viraliza e tem explicação

ouvido escutar sons 0119 1400x800
new africa/shutterstock

Um vídeo que circula na internet parece revelar a idade auditiva de cada um de nós a partir do som emitido por ele, já que nem todos são capazes de ouvir. E não é que isso faz sentido?

A gravação em questão foi publicada pela digital influencer Isabela Toledo, no Instagram, e carrega toda uma explicação científica por trás dele.

Áudio que só alguns conseguem ouvir

Em seu perfil no Instagram, Isabela publicou um pequeno vídeo em que traz um som de fundo - cuja frequência não foi informada. Na legenda da gravação, a digital influencer informa que pessoas com idade superior a 35 anos não conseguiriam escutar a som do vídeo.

A digital influencer também questionou internautas que a acompanham na rede social se alguém havia conseguido escutar o ruído ou não.

O desafio dividiu opiniões: enquanto algumas pessoas, inclusive com idade inferior a 35 anos, não escutaram nenhum som, outros ouviram muito bem o barulho do vídeo, e muitos comentaram que os pais não foram capazes de escutar.

Teste de audição: explicação

audicao ouvido orelha 0919 1400x800
Pixsooz/Shutterstock

O experimento proposto por Isabela faz todo sentido. Isso porque, conforme crescemos, nossos ouvidos conseguem captar frequências de som cada vez menores.

Um vídeo do canal "AsapSCIENCE" traz de um jeito bem simples e ilustrativo como a nossa capacidade auditiva vai se transformando ao longo dos anos e algumas frequências de sons são mais restritas a pessoas jovens, enquanto outras são possíveis a todas as faixas etárias.

Segundo o AsapSCIENCE, a deterioração da audição acontece devido ao envelhecimento e a exposição a barulhos externos e sons altos que provocam danos às chamadas células ciliadas. Essa células consistem em pequenas estruturas de tecido nervoso capazes de detectar frequências de sons e enviar sinais para o cérebro, que processa a informação.

Acontece que as frequências mais altas, responsáveis pelos sons mais agudos, são as primeiras serem identificadas pelas células ciliadas do ouvido. Logo, são as frequências mais altas as primeiras que o ouvido para de escutar, já que as células passam por estresse e tendem a se degenerar conforme os anos passam - ficando a audição restrita a sons mais graves.

ouvido som audicao 0119 1400x800
Tatiana Shepeleva/shutterstock

De acordo com o AsapSCIENCE, podemos identificar a idade do ouvido de uma pessoa conforme a seguinte capacidade de escutar as frequências abaixo:

  • 19000 Hz: abaixo de 20 anos
  • 17000 Hz: abaixo de 24 anos
  • 16000 Hz: abaixo de 30 anos
  • 15000 Hz: abaixo de 40 anos
  • 12000 Hz: abaixo de 50 anos
  • 8000 Hz: todas as pessoas

Audição e visão: cuidados