Máscara de proteção que mata coronavírus na mesma hora está sendo desenvolvida

mascara cirurgica 0420 1400x800
kckate16/Shutterstock

Diante da necessidade de conter as transmissões do SARS-CoV-2 em todo o mundo, um pesquisador da Northwestern University, nos Estados Unidos, recebeu recentemente fundos para desenvolver um projeto inovador e interessante: o de criar máscaras protetoras que são capazes de matar ou reduzir a capacidade de vírus (incluindo o novo coronavírus, causador da COVID-19).

Máscaras que matam vírus estão sendo criadas

De acordo com uma nota publicada no site da universidade, o professor e pesquisador Jiaxing Huang está, junto de sua equipe, estudando substâncias químicas com ação antiviral que possam ser transformadas em uma solução voltada especificamente para o uso em máscaras faciais protetoras. Até agora, as máscaras formam uma barreira física e, com o incremento, se tornariam muito mais eficientes.

espirro tosse virus 0220 1400x800
Lightspring/Shutterstock

Assim como outras infecções respiratórias, o novo coronavírus é transmitido através de gotículas expelidas no espirro, tosse ou fala que podem contaminar o trato respiratório de pessoas saudáveis ou superfícies. Conforme explica Huang na nota, o objetivo é minimizar o contágio que ocorre neste processo – que, até agora, é a principal via de transmissão do vírus.

“Para desacelerar e até prevenir a propagação do vírus, nós precisamos reduzir muito a quantidade e a atividade do vírus nestas gotículas”, explicou. Atualmente, máscaras servem como uma barreira física, e caso elas se tornem também uma barreira química, tanto a liberação de vírus no ambiente quanto a respiração de partículas infectadas deve diminuir.

laboratorio pesquisa microscopio 0420 1400x800
totojang1977/Shutterstock

A ideia, segundo ele, é a de criar uma substância líquida que possa ser gotejada em diversos tipos de máscara para que elas se tornem auto-higienizantes, e o projeto está sendo bancado por um fundo voltado para pesquisas urgentes que é garantido pela National Science Foundation (agência do governo norte-americano).

Máscaras contra o coronavírus