Água oxigenada pode substituir álcool gel para limpar as mãos? Não é indicado

alcool gel agua oxigenada 0320 1400x800 0
Cooperalcoo/Divulgação | ADV Farma/Divulgação

Na falta de álcool gel ou álcool líquido 70% para fazer a higienização das mãos – uma das medidas de prevenção mais importantes contra o novo coronavírus –, algumas pessoas têm recorrido à água oxigenada como alternativa, mas a dermatologista Bárbara Milan, de São Paulo, alerta que a troca é contraindicada e ineficaz.

Água oxigenada não substitui álcool gel contra coronavírus

coronavirus transmissao contato maos 0320 1400x800
frank60/Shutterstock

Conforme explica a especialista, por muito tempo a água oxigenada foi considerada um “desinfetante” de pele, mas, após estudos mais recentes mostrarem que o produto não tem efeito bactericida, ele deixou de ser usado rotineiramente para a limpeza de feridas. “Não se recomenda mais este uso”, diz.

Assim, utilizar água oxigenada como alternativa ao álcool em gel ou álcool 70 para higienizar as mãos contra o SARS-CoV-2 é ineficiente. “Não temos como garantir que o vírus será desativado com esta substância.”

Água e sabão é melhor opção entre todas

lavar maos coronavirus higiene 0220 1400x800
Summer Photographer/Shutterstock

A dermatologista reforça que mesmo o álcool na concentração de 70% não supera a eficácia da água e sabão, que é a opção mais indicada sempre.

“Inúmeros estudos que avaliaram taxas de infecção em hospitais demonstram que a medida mais eficaz de evitar a transmissão de doenças é a lavagem correta das mãos – aquela que dura pelo menos 20 segundos e lava palma, dorso, entre os dedos, ponta dos dedos e punho. É por isso que, até hoje, se realiza a lavagem das mãos com escovas e esponjas descartáveis antes de cirurgia, por exemplo. É comprovado que, mesmo com o uso de luvas e aventais estéreis, lavar as mãos antes de usar estes materiais diminui o índice de infecções pós-operatórias”, afirma.

alcool gel higiene maos 0320 1400x800
Zigres/Shutterstock

Como nem sempre há acesso a pia e sabão, o álcool é indicado como segunda opção. “Após a comparação de substâncias, o álcool na concentração de 70% demonstrou o efeito de limpeza mais próximo ao da lavagem das mãos, e é por isso que ele é o indicado.”

No entanto, para que garanta a limpeza correta, o álcool precisa ser aplicado da mesma forma que o sabão na limpeza das mãos: esfregando palma, dorso, entre os dedos, ponta dos dedos e punho.

Proteja-se contra a COVID-19