explore

Narcolepsia, a doença que faz pegar no sono em qualquer momento do dia

sono sonolencia cansaco 0120 1400x800
Agenturfotografin/shutterstock

Sonolência excessiva, mesmo com a manutenção de uma boa rotina de descanso, caracterizada pela necessidade de dormir em qualquer lugar e a qualquer hora, pode ser sintoma de narcolepsia, uma doença rara que afeta de 2 a 18 pessoas a cada 10 mil habitantes no mundo.

O que é narcolepsia

A narcolepsia é uma doença que, basicamente, faz a pessoa pegar no sono repentinamente em qualquer momento do dia, mesmo em lugares e situações inusitadas.

sonolencia sono 1117 1400x800
Stokkete/Shutterstock

A condição pode afetar igualmente homens e mulheres e normalmente surge durante a adolescência, por volta dos 15 anos de idade, ou mais tarde, aos 35 anos, por exemplo, explica Lúcio Huebra, neurologista no Hospital Sírio-Libanês.

Causas da narcolepsia

As causas da narcolepsia ainda não são conhecidas, mas acredita-se que genética e processos inflamatórios podem ser os principais fatores de risco para a doença, assim como possíveis anormalidades em algumas regiões do cérebro e deficiência na produção de produtos químicos específicos.

sono ressaca tristeza 0218 1400x800
KieferPix / Shutterstock

De acordo com especialista, o mais provável é que a narcolepsia seja resultado de múltiplos fatores que, combinados, interagem para provocar disfunção neurológica.

Sintomas de narcolepsia

cansaco sono trabalho 0519 1400x800
Inspiring/shutterstock
  • Sonolência excessiva
  • Vontade incontrolável de dormir
  • Cataplexia (fraqueza muscular transitória)
  • Fragmentação do sono
  • Paralisia do sono

Narcolepsia: diagnóstico e tratamento

cansaco sono dormindo onibus 0617 1400x800
skynesher/iStock

A narcolepsia não tem cura e não pode ser prevenida. O diagnóstico, segundo o neurologista, é feito por meio do histórico clínico do paciente e pela exclusão de fatores que podem confundir a doença com problemas como privação e apneia do sono.

A narcolepsia é confirmada por um exame de monitoração do sono, que determina a facilidade de iniciar o sono em cinco horários diferentes ao longo do dia e o surgimento precoce da fase do sono REM.

mulher sono mesa 1218 1400x800
Antonio Guillem/Shutterstock

Para manter os sintomas da narcolepsia sob controle, o paciente pode ser orientado pelo médico a fazer uso de estimulantes, que agem sobre a sonolência diurna, associados a antidepressivos, que agem sobre a cataplexia, a paralisia do sono e as alucinações.

Distúrbios do sono