Paralisia do sono é uma experiência sobrenatural? Entenda problema que Maísa teve

maisa silva programa 0619 1400x800
Francisco Cepeda/AgNews

Em seu perfil no Twitter, Maisa Silva recentemente relatou ter vivenciado uma paralisia do sono - distúrbio que, conforme mostraram os comentários aos tweets de Maisa, é constantemente confundido com um fenômeno paranormal. Mas, afinal, o que é paralisia do sono?

Maisa relata paralisia do sono

Em breves tweets, a apresentadora relatou a experiência - bem como o desconforto gerado por ela. “Acabei de descobrir que eu tive uma paralisia do sono essa noite, é horrível ok?”, escreveu ela, afirmando, em seguida, que estava com medo de dormir. Segundo Maisa, sua primeira conclusão foi de que tudo era apenas um pesadelo, mas mudou de ideia após conversar com amigas.

“Eu contei pras minhas amigas como se fosse um pesadelo, mas aí minha amiga tem sempre e ela disse que isso é paralisia”, concluiu a apresentadora, que recebeu uma série de relatos de seguidores em resposta a seus tweets. “Uma das vezes que tive, cheguei a sentir como se estivesse sendo sufocada e independente da força que fizesse para me mexer ou me livrar daquilo, não conseguia”, escreveu uma internauta.

maisa silva 1219 1400x800
Leo Franco/AgNews

“E quando vc começa a ver coisas estranhas durante a paralisia do sono?”, afirmou outro. “Uma vez no meio de uma paralisia eu vi um cachorro preto enorme entrar no meu quarto e subir pelas paredes, quando tem alucinação junto é horrível”, relatou outra e, justamente por ser uma experiência amedrontadora para muita gente, há quem a descreva como algo paranormal.

“Eu já me acostumei, tanto que às vezes pergunto para o demônio se ele não quer dormir comigo”, brincou um internauta. “Atividade paranormal, alguém mais teve esse tipo de manifestação?”, questionou outra. “Maisa, o que vc teve foi uma projeção astral. Dá uma pesquisada, é um fenômeno da parapsicologia”, afirmou outra seguidora de Maisa.

Paralisia do sono: o que é?

Intrigante, a paralisia do sono ocorre quando, mesmo acordada, a pessoa fica impossibilitada de se mover - e, segundo Andrea Bacelar, neurologista e presidente da Associação Brasileira do Sono, proporciona uma experiência angustiante. “Isso pode acontecer por alguns segundos, poucos minutos, mas é uma sensação muito desagradável”, afirma a médica.

paralisia sono alucinacao 0120 1400x800
Minerva Studio/Shutterstock

Isso, inclusive, não tem nada a ver com episódios em que a pessoa se mexe de formas específicas de acordo com o “tema” de seus sonhos ou se sentem paralisados dentro deles (por exemplo, querendo gritar sem conseguir). Segundo Andrea, ao contrário destas situações, que acontecem em diferentes estágios do sono, a paralisia ocorre no momento em que a pessoa está acordando e pode trazer consigo alucinações.

Segundo a médica, isso não acontece por razões paranormais, e sim porque, na paralisia, dois estágios de sono se mesclam - o REM (“Rapid Eye Movement” ou “movimento rápido dos olhos”, momento de sono profundo) e a vigília (estado desperto). Quando paralisada, a pessoa ainda está com os músculos em estado de relaxamento, mas a mistura do REM com a vigília a faz literalmente “sonhar acordada”.

“A alucinação se chama hipnagógica quando acontece indo dormir, ou hipnopômpica quando acontece despertando. Nela, a pessoa está despertando e, de repente, está tendo uma visão, lembrando de coisas, mas está confusa se é sonho ou realidade. Isso também acontece por conta da intervenção do sono REM na vigília, então a pessoa pode ter paralisia do sono e alucinação hipnopômpica simultaneamente”, explica.

paralisia do sono medo 0120 1400x800
Tero Vesalainen/Shutterstock

Causas

De acordo com Andrea, há alguns fatores que podem desencadear episódios de paralisia do sono - e eles não são nada raros. É possível, por exemplo, que privação crônica de sono (dormir pouco ou mal constantemente) desencadeie a paralisia, bem como dormir em horários inadequados (acordar muito cedo ou muito tarde, tirar sonecas fora de hora, etc.) e até o estado febril resultante de uma gripe ou infecção.

Como sair da paralisia do sono?

Para quem tem episódios eventuais de paralisia do sono, a médica indica um “truque” para fazê-los passar mais rapidamente. “A única musculatura que não fica paralisada é a do globo ocular, então uma dica é, quando estiver consciente, paralisada, comece a piscar os olhos com mais frequência e rapidez. Ao fazer isso, a tendência é sair mais rápido desse estado”, afirma a neurologista.

fechar olhos piscando 0120 1400x800
Golubovy/Shutterstock

Tratamentos específicos

Andrea reforça que, quando os episódios de paralisia são eventuais, eles não caracterizam um distúrbio do sono, mas que se a frequência deles é muito alta, é preciso investigar. Além do distúrbio da paralisia do sono, ele também pode aparecer em combinação com outras manifestações, caracterizando uma série de outros transtornos que só podem ser diagnosticados com uma examinação cuidadosa.

Como as possibilidades são muitas, a especialista recomenda que, ao vivenciar paralisias frequentes ou acompanhadas por sintomas como perda repentina da força nos músculos enquanto acordada bem como outros tipos de alucinações (na hora de adormecer, por exemplo), a pessoa busque um médico neurologista, de preferência especializado em medicina do sono.

Uma vez que o distúrbio correto é diagnosticado, ela afirma que o tratamento é feito com medicamentos específicos (que podem variar de estimulantes a antidepressivos).

disturbio sono exame dormindo 0120 1400x800
Gorodenkoff/Shutterstock

Tem uma dúvida de saúde? Envie para vixresponde@vix.com e ela poderá ser respondida por um especialista em nossa nova coluna: VIX Responde.

Distúrbios do sono