Após críticas por aparência, Justin Bieber revela ter doença de Lyme: entenda o que é

justin bieber 0120 1400x800
Stuart Franklin / Equipe/GettyImages

O cantor Justin Bieber revelou que tem doença de Lyme, esclarecendo o público sobre sua aparência, que vinha sendo comentada há bastante tempo.

Em uma publicação no perfil que mantém no Instagram, Bieber contestou o julgamento sofrido nos últimos anos por parte do público e explicou que a imagem que aparenta está diretamente relacionada com o quadro de saúde.

Justin Bieber tem doença de Lyme

justin bieber 1219 1400x1400
Alberto E. Rodriguez/Staff/Getty Images

A vida de Bieber vem sendo alvo de críticas há algum tempo. Um dos assunto bastante citados pelo público está relacionado à estética do cantor.

Fotos de Bieber mostravam o ícone pop com profundas olheiras, bastante magro e com um aspecto pouco saudável.

justin bieber hailey baldwin 0919 1400x800
Theo Wargo / Equipe/gettyimages

O que ninguém sabia é que a aparência física de Bieber era um reflexo do que acontecia com seu organismo internamente, já que o cantor foi diagnosticado com a doença de Lyme - além de outros problemas de saúde que contribuíram para sua piora.

“Enquanto muitas pessoas diziam ‘Justin Bieber está horrível, [deve estar] usando metanfetamina’, etc., elas falharam em saber que eu, recentemente, fui diagnosticado com a doença de Lyme - e não só isso, mas ainda um caso sério de mononucleose crônica que afetou minha pele, função cerebral, energia e saúde como um todo”, escreveu Bieber em post no Instagram.

justin bieber 0718 1400x800
Stuart Franklin/Getty Images

Segundo o site TMZ, especializado em celebridades, o diagnóstico da doença de Bieber não foi fácil.

Ao longo de 2019, o cantor e a esposa, Hailey Baldwin, que se casaram em uma grandiosa festa recentemente, empenharam-se para descobrir o que acontecia com o intérprete. Ao mesmo tempo, Bieber lutava contra a depressão.

Não se sabe ainda como o cantor contraiu a doença. Entre os sintomas apresentados estavam erupções cutâneas, dores de cabeça, febre e fadiga, segundo o TMZ.

Content temporarily unavailable: https://www.instagram.com/p/B7EnV5VHEYp/

Com a descoberta, enfim, da doença, o cantor começou o tratamento no fim de 2019 e, ao que tudo indica, tem tido um bom resultado.

“Os últimos anos têm sido difíceis, mas receber o tratamento correto vai me ajudar a cuidar dessa doença, até agora incurável, e voltar melhor do que nunca.”

Doença de Lyme: o que é

carrapato inseto folhas 0120 1400x800
RistoH/ShutterStock

A doença de Lyme consiste em um quadro de saúde desencadeado pela bactéria Borrelia burgdorferi, transmitida pela picada de carrapatos.

O quadro é bastante comum na América do Norte e outros artistas da região já confirmaram ter desenvolvido a doença, como Ashley Oslen - que acabou ficando diferente da irmã gêmea por conta do quadro - e a cantora canadense Avril Lavigne.

Sintomas da doença de Lyme

Normalmente, os primeiros sinais aparecem entre 3 e 30 dias após o contágio pela B. burgdorferi. Ao se manifestar no corpo, a doença tem sintomas parecidos com os da gripe, como dor de cabeça, febre, mialgia (dores musculares), fadiga e dor nas juntas.

Porém, o principal sintoma é o círculo vermelho que se forma no local da picada, com o miolo mais claro e as bordas mais escuras, como um alvo.

perna picada mancha rosa 0120 1400x800
AnastasiaKopa/shutterstock

A doença de Lyme, porém, quando não diagnosticada no início pode levar a um quadro crônico e complicações como inchaço das articulações, formigamento de membros, paralisia temporária, descoordenação motora, meningite, arritmia e artrite.

Diagnóstico

O diagnóstico da condição pode ser feito por meio de análises clínicas ou laboratoriais. Porém, não é tão fácil

De acordo com um artigo do Conselho Regional de Medicina Veterinária de São Paulo, a doença de Lyme pode ser confundida com sífilis, leishmaniose visceral, lúpus eritematoso, esclerodermia, artrite reumatoide, infecções virais, rickettsioses agudas e neuropatias crônicas.

Tratamento

remedio pilula mulher 0219 1400x800
Poprotskiy Alexey/shutterstock

Quando descoberta, a doença é tratada com a ajuda de antibióticos. Se necessário, anti-inflamatórios também são usados no processo.

Em alguns casos, porém, os sintomas podem continuar por anos sem melhorar com o uso de antibióticos.

Nesse caso, a doença é classificada como doença de Lyme pós-tratamento ou crônica. Não se sabe ao certo por que isso acontece.

Saúde dos famosos